quinta, 14 de novembro de 2019
Turismo
Compartilhar:

Salão de Artesanato quer vender R$ 1,2 mi este ano

Wênia Bandeira / 05 de junho de 2019
Foto: CHICO MARTINS
Com 300 expositores programados, a 30ª edição do Salão de Artesanato da Paraíba foi lançada ontem, em um evento que reuniu o secretário de Turismo e do Desenvolvimento Econômico da Paraíba (SETDE-PB), Gustavo Feliciano, a gestora do Programa de Artesanato da Paraíba (PAP), Marielza Rodrigues, e a primeira-dama do Estado, Ana Maria Sales. Este ano, o tema “Labirinto - A Arte que Une Gerações”.

De acordo com Marielza Rodrigues, a expectativa é arrecadar R$ 1.2 milhão com compras realizadas por cerca de 100 mil visitantes turistas que venham a desembarcar em Campina Grande durante o Maior São João do Mundo.

“As labirinteiras das cidades de Juarez Távora, Ingá, Riachão de Bacamarte, Serra Redonda vão estar sendo homenageadas no hall de entrada com esta produção que representa mais de quatro mil mulheres da nossa terra”, falou a gestora.

De acordo com ela, o corredor de entrada terá exposição de vestidos feitos com labirinto por estas mais de quatro mil mulheres. Elas serão representadas pelos 300 expositores.

Além do labirinto, estarão disponíveis rendas, bordados, fibras, madeiras, cerâmicas, brinquedos populares, produtos em couro, entre outros. Este ano, o Salão espera também despertar a consciência ambiental da população.

“Nós estamos proibindo sacolas plásticas e canudos plásticos, estamos preocupados com a questão ambiental, além disso, será em um museu, exposto como uma verdadeira obra de arte”, acrescentou. O ingresso será um quilo de alimento não perecível que será doado instituições da cidade.

“O estado inteiro está sendo fomentado, além do mais tem um lado social importante com o quilo de alimento como entrada, em uma parceira com a Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) e a AMA (Associação de Amigos do autista)”, afirmou o secretário da SETDE-PB, Gustavo Feliciano.

A ideia é promover o artesanato como um todo, que levariam renda a mais de oito mil pessoas em toda a Paraíba, segundo levantamento da SETDE-PB. “É uma das principais ações que o governo faz no são João de Campina Grande, mais de meio milhão de reais em investimento no artesanato, fomentando uma cadeia importantíssima em todo o estado”, declarou Gustavo.

No Museu

Localização. O Salão de Artesanato acontecerá de 12 a 30 de junho, no Museu de Arte Contemporânea da Unifacisa, localizado no bairro do Catolé, em Campina Grande. O labirinto é um artesanato de tradição cultural desenvolvida principalmente na Paraíba e no Ceará.

Relacionadas