quinta, 15 de abril de 2021

Trânsito
Compartilhar:

Infrações por avanço do semáforo cresceram 64% na PB

Lucilene Meireles / 03 de julho de 2019
Foto: Nalva Figueiredo
O número de motoristas multados por avançar o sinal vermelho nos primeiros cinco meses de 2019, em João Pessoa, aumentou 64% em relação ao mesmo período de 2018. O caso mais recente ocorreu na última segunda-feira, dia 1º, quando um veículo que trafegava em alta velocidade na faixa exclusiva para ônibus, na Avenida Epitácio Pessoa, acabou provocando um acidente grave, atingindo outros quatro automóveis e deixando cinco pessoas feridas, entre elas, pedestres.

De acordo com dados da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP), só este ano foram flagrados quase 7 mil condutores ignorando o semáforo e assumindo o risco de causar acidentes. O número corresponde a 63% do total de multas do tipo registradas ao longo de todo o ano de 2018.

O superintendente de Mobilidade Urbana de João Pessoa, Adalberto Araújo, disse que os agentes de trânsito estão reforçando a fiscalização. “Avaliamos o caso como preocupante. O objetivo é sempre reduzir o número de infrações, porque se espera que a uma fiscalização mais severa gere mais respeito a lei, mas notamos que o número acabou aumentando. O outro caminho que temos para gerar essa conscientização é a educação. Vamos buscar intensificar campanhas de respeito ao semáforo na expectativa de criar um maior impacto quanto aos perigos dessa prática”.

O avanço de sinal é uma infração gravíssima, que rende ao motorista 7 pontos no prontuário da CNH e mais multa no valor de R$ 293,47.

Adalberto Araújo acredita que a multa em dinheiro não é a melhor solução. Para ele, o condutor que pratica o ato ilegal deveria responder criminalmente por estar colocando a vida de outras pessoas em risco. “Quem vem no trânsito confia na sinalização. Ele atravessa no sinal verde por acreditar que sua via está liberada e não pode acabar acidentado pelo fato de outra pessoa romper com o que prega o Código de Trânsito”. Ele reforçou ainda os cuidados básicos que os condutores devem tomar ao se deparar com o sinal amarelo, que representa um alerta para a redução da velocidade dos veículos. “O ideal é reduzir a velocidade no momento em que essa luz é ligada”, frisou.

O acidente. A colisão entre os veículos aconteceu no final da tarde da segunda-feira, e envolveu pelo menos cinco carros. O condutor que causou o acidente seguia pela Avenida Epitácio Pessoa, pela faixa exclusiva dos ônibus, em alta velocidade. Imagens das câmeras de monitoramento da Semob mostraram que, no momento da colisão, o semáforo estava vermelho para o motorista que, mesmo assim, seguiu em frente, atingindo em cheio um automóvel e, num efeito dominó, os demais veículos.

Entre as vítimas, duas permanecem internadas, de acordo com o boletim do Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena (HETSHL). Uma de 81 anos e outra de 25. Ambas foram conduzidas por ambulâncias do Samu e o quadro clínico é regular.

11.113. Foi o total de multas por avanço do sinal vermelho em 2018, na Capital paraibana.

Cruzamentos críticos

Avenida Flávio Ribeiro Coutinho x Edson Ramalho, em Manaíra;

Bancário Sérgio Guerra x Rosa Lima dos Santos, nos Bancários;

Bancário Sergio Guerra x Francisco Timóteo de Souza, nos Bancários.

Nos cinco primeiros meses do ano

2019 - 6.978

2018 - 4.263

Relacionadas