Saúde do presidente

Temer apresenta problemas nas artérias e na próstata

Temer é submetido a um procedimento para desobstruir três artérias no hospital Sírio-Libanês, na capital paulista. O peemedebista fez uma angioplastia em três artérias coronárias, com implante de stent -dispositivo que possibilita melhor circulação no sangue. O presidente realiza exames complementares para avaliar sua recuperação da cirurgia de próstata realizada em outubro. Em seguida o peemedebista fez uma raspagem de próstata, um procedimento considerado de baixa complexidade.
Guerra entre Poderes

Repasse do duodécimo judicializa a Lei Orçamentária Anual da Paraíba

Uma verdadeira guerra entre os poderes constituídos foi instaurada na Paraíba. A causa é o texto da Lei Orçamentária Anual (LOA) elaborada pelo governo do Estado para 2018. A tramitação da peça na Assembleia Legislativa foi suspensa por três decisões do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) que questionam os valores destinados pelo Executivo ao Ministério Público, à Defensoria Pública e à própria corte. Os poderes cobraram mais dinheiro, o governo diz que não tem como aumentar. Apesar da briga a LOA foi aprovada com a estimativa da receita e das despesas do Estado referentes ao próximo ano. O relator da matéria, deputado Jeová Campos, votou pela aprovação da peça orçada em R$ 11,05 bilhões e acatou as 357 propostas de emendas apresentadas.
Jeová Campos foi o relator da LOA/Foto: Divulgação
Na pauta

Temer é liberado da cassação e se mantém no cargo

Depois de três dias de julgamento no TSE, o relator Herman Benjamin apresenta seu voto que pede a cassação da chapa Dilma-Temer. Segundo o ministro, houve abuso de poder político e econômico da chapa, visto que a campanha que elegeu Dilma presidente e Temer vice, em 2014, foi abastecida por dinheiro desviado da Petrobras. No dia seguinte, porém, o plenário do TSE absolve o presidente Michel Temer no processo de cassação da chapa formada por ele e Dilma Rousseff nas eleições de 2014. Com o resultado do julgamento, o presidente, que concorreu como vice de Dilma, se mantém no cargo.
Eleições

Pré-candidatos ao governo começam a se preparar para 2018

O Governador Ricardo Coutinho (PSB), apresentou o nome do Secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia do Estado, João Azevedo, como seu pré-candidato ao Governo em 2018 pelo PSB, durante reunião com lideranças políticas do Cariri paraibano na tarde desta quarta-feira, 26. O senador José Maranhão (PMDB) admitiu que pode ser candidato ao governo da Paraíba em 2018. Ele disse que pode disputar desde que haja "um apelo" da população e do partido para isto.
Arquivamento e denúncia

Presidente vira alvo depois de escândalo da JBS

A Câmara dos Deputados barra a denúncia em que a Procuradoria-Geral da República acusa o presidente Temer de ter cometido crime de corrupção. Votaram com Temer 263 deputados. Outros 227 foram favoráveis à acusação da PGR, que tem como base a delação da JBS.

Rodrigo Janot denuncia o presidente Michel Temer sob acusação de obstrução da Justiça e participação em organização criminosa que teria recebido ao menos R$ 587 milhões de propina. Os delatores Joesley Batista, um dos donos da JBS, e Ricardo Saud, executivo do grupo, também são denunciados
Escândalos em Bayeux

Prefeito e vice são flagrados em vídeos e Berg acaba preso

O prefeito Berg Lima foi preso em flagrante em ação realizada pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) e Polícia Civil, pelo suposto crime de corrupção passiva e peculato. O gestor foi flagrado recebendo dinheiro de um empresário fornecedor da prefeitura, no total de R$ 4 mil. Berg foi levado para a sede do Gaeco e, em seguida, para a Central de Polícia, em João Pessoa. De lá transferido para o 5º Batalhão da Polícia Militar, onde ficou preso por quase cinco meses. Berg Lima (sem partido) foi solto por meio do habeas corpus concedido pela 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Com a soltura, o gestor afastado teve que cumprir medidas cautelares, como comparecer periodicamente em juízo, afastar-se do cargo de prefeito e não acessar as dependências da prefeitura.

Com a prisão de Berg Lima, o vice-prefeito Luiz Antonio de Miranda (PSDB) foi empossado pela Câmara Municipal. Durante seu discurso, declarou que iria abrir as portas da Prefeitura de Bayeux para que o Tribunal de Contas do Estado (TCE), o Ministério Público da Paraíba (MPPB) e a Polícia Civil possam realizar as investigações necessárias. Porém, ele acabou se envolvendo e um escândalo também. Foi flagrado em um vídeo supostamente pedindo pagamento de propina para divulgar o vídeo de Berg recebendo dinheiro de empresário. Conforme data registrada no vídeo, a gravação foi feita no dia 4 de julho deste ano, um dia antes do então prefeito Berg Lima ser preso. Em nota, o Gaeco informou que as informações apresentadas no vídeo já eram alvo de uma investigação.
Foto: Assuero Lima
Foto: Nalva Figueiredo
Ele fica

Temer diz que não renuncia mesmo após escandâlos

Em um pronunciamento cercado de especulações sobre uma eventual renúncia, Temer diz que não vai renunciar ao cargo e que não agiu para comprar o silêncio de Cunha.
Avanço

Assembleia aprova uso do nome social para travestis

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou o Projeto de Lei 1.009/2017, de autoria da deputada Estela Bezerra, que assegura o direito de uso do nome social a travestis e transexuais pela Administração Pública do Estado. De acordo com o projeto, nome social é aquele pelo qual transexuais e travestis se identificam e são identificados pela sociedade.
Temer, Lula e Dilma na Paraíba

Transposição do ‘Velho Chico’ vira palco político

O presidente Michel Temer inaugurou o eixo leste da transposição do Rio São Francisco em Monteiro, na Paraíba. Na solenidade, o presidente liberou a passagem da água pelas comportas do canal da transposição e, em tom de brincadeira, afirmou esperar "uma ou outra enchentezinha" até o fim do governo dele. Os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff também estiveram na cidade de Monteiro, no Cariri paraibano para, segundo a assessoria de comunicação do Instituto Lula, participar da “Inauguração Popular da Transposição do São Francisco”. A inauguração oficial do eixo leste da transposição do Rio São Francisco foi feita pelo presidente da República Michel Temer no dia 10 de março.

 
Novos escândalos

Gravações colocam em xeque honestidade do governo Temer

Uma notícia desencadeia o maior escândalo do governo Temer. O jornal "O Globo" divulga que Michel Temer foi gravado por um dos donos do grupo J&F, controladora da JBS, falando sobre a solução de "pendências" com o ex-deputado Eduardo Cunha. Temer ouviu do empresário Joesley Batista que ele havia "zerado as pendências" com Cunha, no que sugere a compra do silêncio do ex-deputado, segundo a Procuradoria-Geral da República.

É divulgada filmagem realizada pela Polícia Federal mostrando o assessor presidencial Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) recebendo uma mala com R$ 500 mil enviados por Joesley Batista, segundo delações de executivos do grupo. Loures teria sido o indicado pelo presidente Temer para resolver uma questão de interesse do grupo. Também é divulgada a informação que executivos do grupo J&F afirmam que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi gravado pedindo R$ 2 milhões a Joesley Batista para pagar sua defesa na Lava Jato.
Mesa Diretora

Poderes Legislativos têm novos comandantes

O deputado estadual Gervásio Maia foi empossado na presidência da Assembleia Legislativa da Paraíba. A solenidade marcou também a posse da nova Mesa Diretora e reuniu centenas de autoridades, prefeitos, vereadores e população. Gervásio agradeceu a Adriano Galdino pelo diálogo e pelo trabalho exercido nos últimos dois anos. Durante o discurso, ressaltou os desafios para o próximo biênio.

Após debates antecipados sobre a eleição da Mesa Diretora, o vereador Marcos Vinícius (PSDB) foi eleito presidente para o biênio 2017-2018. Apenas o vereador Tibério Limeira (PSB) se absteve da votação. Em Campina Grande, a vereadora Ivonete Ludgério passa a comandar o Poder Legislativo para o biênio 2017-2018. Ela foi eleita por 22 votos e apenas 1 contra. Em seu discurso, a presidente disse que vai ser uma grande responsabilidade comandar o legislativo.

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) foi eleito vice-presidente do Senado para os próximos dois anos. A escolha do senador paraibano para o cargo aconteceu após Eunício Oliveira (PMDB-CE) ser eleito presidente da Casa, com os votos de 61 parlamentares. Após ter sido eleito presidente, Eunício abriu o processo de escolha dos demais integrantes da Mesa Diretora, que é composta, além do presidente, por dois vice-presidentes, quatro secretários e quatro suplentes dos secretários.

 
Foto: Nyll Pereira/ALPB
Foto: Chico Martins
Foto: Divulgação
Foto: Rafael Passos
A Lava Jato

Os vários capítulos da operação que escandalizou o Brasil

Capítulo 1: Cármen Lúcia, presidente do STF, homologou as delações de 77 executivos e ex-executivos da Odebrecht. Com o gesto, os documentos ganharam validade jurídica e as informações puderam ser usadas pela Procuradoria-Geral da República para aprofundar as investigações.

Capítulo 2: O ministro Edson Fachin foi sorteado para ser o novo relator da Lava Jato no STF. Ele assumiu a função de Teori Zavascki, morto em acidente aéreo.

Capítulo 3: Polícia Federal conclui que os ex-presidentes Dilma e Lula, além do ex-ministro Aloizio Mercadante, atuaram para obstruir trabalhos da Operação Lava Jato. Aos três a PF atribui o crime de obstrução de Justiça. A Polícia ainda imputou a Mercadante o crime de tráfico de influência.

Capítulo 4: O ex-ministro José Dirceu é condenado pela segunda vez na Operação Lava Jato por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A pena soma 11 anos e três meses de prisão. O ex-ministro está preso preventivamente há quase dois anos, desde agosto de 2015.

Capítulo 5: Fachin autoriza a abertura de inquérito contra 29 senadores, entre eles Eunício Oliveira, presidente da Casa, José Serra, Renan Calheiros e Romero Jucá. Eles teriam recebido pagamentos da Odebrecht, que agiu em defesa de seus interesses no Congresso.

Capítulo 6: O ex-presidente do Banco do Brasil e ex-presidente da Petrobras Aldemir Bendine é preso na 42ª fase da Lava Lato, batizada de Operação Cobra. O antigo comandante da Petrobras é suspeito de ter recebido R$ 3 milhões em propina da Odebrecht, entre junho e julho de 2015, com a justificativa de proteger a empreiteira em contratos na estatal.
Mortes que marcaram a política

Acidente aéreo mata Zavascki e AVC a ex-primeira-dama Marisa Letícia

O ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki morreu em um acidente de avião. A aeronave caiu no mar em Paraty (RJ) e matou outros três passageiros, além do piloto. Zavascki, 68, era o responsável pela relatoria dos casos da Lava Jato envolvendo pessoas com foro privilegiado e estava na fase final de homologação da delação da Odebrecht. A ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva sofre um AVC (acidente vascular cerebral e morre dez dias depois, aos 66 anos.
Novos mandatos

Prefeitos e vereadores eleitos tomam posse

Os 223 prefeitos eleitos na Paraíba em 2016 tomam posse e junto com eles, os vereadores eleitos para a legislatura 2017-2020. As posses aconteceram em cerimônias organizadas pelas próprias Câmaras, elegem suas mesas diretoras e em seguida dão posse aos prefeitos e vice-prefeitos de cada cidade. Em João Pessoa, Luciano Cartaxo assume dizendo que apesar do cenário adverso na economia do país, a cidade continuou pagando em dia os servidores e entregando obras para a população. Ele lembrou que enquanto outras cidades os gestores congelaram os salários dos funcionários, em João Pessoa isso aconteceu com os proventos do próprio prefeito, do vice e dos secretários.  Em Campina Grande, Romero Rodrigues assume o segundo mandato dizendo que faria um mandato novo como se fosse o primeiro.

Texto: André Gomes               Edição: Nice Almeida               Infográfico: Vinícius Miron e Sérgio Bilous

Foto: Chico Martins
Foto: Rafael Passos
© Copyright 2017 Sistema Correio de Comunicação.