Morte na blitz

Agente de trânsito é morto por Rodolpho Carlos da Silva

O agente de trânsito do Detran-PB, Diogo Nascimento Souza, 34 anos, foi atropelado e morto após o condutor de um porshe branco, Rodolpho Gonçalves Carlos da Silva, não obedecer a ordem de parada e furar o bloqueio da blitz da Operação Lei Seca. O caso aconteceu no dia 21 de janeiro e ocorreu em frente ao Clube dos Médicos da Paraíba, no bairro do Bessa, na Capital. O caso ganhou repercussão nacional. Amigos e agentes de trânsito realizaram vários protestos. Ele chegou a ser preso, mas foi liberado. Nove dias depois, o caso tornou ainda mais polêmica após um flanelinha também atropelar e matar um idoso e de imediato ser preso, enquanto Rodolpho Carlos – filhos de empresário – não foi preso de imediato.
Foto: Rafael Passos
Foto: Nalva Figueiredo
Foto: Nalva Figueiredo
Foto: Nalva Figueiredo
Foto: Rafael Passos
Foto: Rafael Passos
Chacina no Lar do Garoto

Sete internos morrem e dois ficam feridos em tumulto

Sete internos do Centro Socioeducativo Lar do Garoto Otávio Santos, no município de Lagoa Seca, no Agreste paraibano, morrem e dois ficam feridos após um tumulto na unidade, que começou após a tentativa de fuga dos internos. Isso aconteceu no dia 3 de junho. Os internos atearam fogo nos colchões e a maioria morreu carbonizada e esquartejada. Dois dias após a rebelião, internos conseguiram fugiram da unidade, que tinha capacidade para abrigar 44 pessoas, mas no período da chacina havia 218 internos.
Foto: Chico Martins
Foto: Chico Martins
Foto: Antonio Ronaldo
Foto: Chico Martins
O perigo mora ao lado

Vizinha mata crianças e jovens envenenadas com ‘chumbinho’

Uma mulher de 44 anos foi presa suspeita de envenenar quatro pessoas, sendo duas crianças, uma adolescente e uma jovem de 20 anos, no município de Itabaiana, no Agreste paraibano. A prisão aconteceu no dia 11 de abril e em maio, a Polícia Civil concluiu que Vânia Maria da Silva estava em todas as cenas das mortes das vítimas. A jovem foi a primeira a morrer, no dia 10 de dezembro de 2016, após ingerir mousse de chocolate. Em 19 de fevereiro de 2017, mais uma morreu após comer docinho de açúcar. Em 25 de fevereiro, um menino morreu depois que entrou em contato com a suspeita, em um roçado à noite, para ajudá-la a procurar uma chave. E por último, uma menina morreu após comer biscoito. As comidas foram oferecidas por Vânia. Segundo a polícia, a motivação do crime foi a frustração de Vânia em ter perdido, em curto espaço de tempo, pessoas de seu convívio.
Terceirização na educação

Governo faz gestão pactuada e levanta polêmica entre profissionais e alunos

Na educação, a polêmica foi sobre a terceirização, embora o governo da Paraíba tenha tratado do assunto como Gestão Pactuada para serviços de apoio nas unidades escolares do Estado. Em setembro, o governador assinou a carteira de 2,6 mil pessoas e entregou fardamentos aos profissionais que prestam apoio nas unidades escolares da rede estadual. Os beneficiados com a carteira de trabalho atuariam em 14 serviços de apoio e suporte à gestão escolar como limpeza, alimentação, manutenção, gestão de estoque, suporte da tecnologia da informação e suporte à educação inclusiva.
Foto: Assuero Lima
Esperança renovada

Transposição do Rio São Francisco chega ao estado

Esperada desde o século XIX, as águas da transposição do Rio São Francisco chegou à Paraíba, no dia 8 de março, por meio da conclusão das obras do eixo Leste. O município de Monteiro, no Cariri Ocidental, foi o primeiro município a receber as águas em terras paraibanas e que em seguida, distribuiria para as demais cidades beneficiadas. Pouco mais de um mês depois, no dia 12 de abril, as águas chegaram à bacia do açude Epitácio Pessoa (Boqueirão). A expectativa era que esse trecho beneficiaria 900 mil habitantes. Enquanto o eixo norte sofreu com algumas paradas, mas já retornou. No entanto, a execução das obras varia de 92,47% a 99,5%, dependendo do trecho. No estado, os municípios de Monte Horebe, São José de Piranhas e Cajazeiras recepcionarão as águas.
Foto: Antonio Ronaldo
Foto: Antonio Ronaldo
Foto: Antonio Ronaldo
Foto: Antonio Ronaldo
Mobilidade Urbana 

BRs e Avenidas são preparadas para o aumento da frota na Paraíba

Três assuntos ganharam destaque na Paraíba este ano: o alargamento da BR-230 (duplicação e triplicação) entre o km 0 e o km 28 (Cabedelo/João Pessoa), a implantação da faixa exclusiva para ônibus na Avenida Dom Pedro II, em João Pessoa e a publicação do edital no diário Oficial da União (DOU) para a implantação do bus rapid transit (BRT) também na Capital – um dos projetos mais aguardados pelos usuários do transporte público. Temas de importância para a mobilidade urbana, mas que dividiu opiniões.

As obras de alargamento, que faz parte do projeto de readequação elaborado pelo Departamento Nacional de infraestrutura e Transporte (Dnit/PB) começaram em abril, entre os quilômetros 2 e 11 (Cabedelo). Já na Capital, a implantação da faixa exclusiva, em agosto, para ônibus, em um dos corredores mais movimentos da cidade, a Avenida Dom Pedro II, foi assunto que gerou polêmica. A última de repercussão foi à publicação do edital, em novembro, para as obras do BRT. As obras de implantação do primeiro corredor, que ligará o centro à Zona Sul, começará em fevereiro.
Novo cangaço

Bandidos miram nos bancos e ações se tornam cada vez mais violentas

As ações criminosas contra bancos continuaram na Paraíba, embora até o início de dezembro, o número de ocorrências tenha sido inferior se comparado com o mesmo período do ano anterior. Um dos casos mais recentes ocorreu no dia 6 deste mês no município de Borborema, no Brejo. Uma agência bancária foi explodida na madrugada. No entanto, outras cidades como Conde, Litoral Sul do Estado, Condado (Sertão), Nova Floresta (Curimataú) também experimentaram o gosto amargo da violência deixado pelos criminosos.

No mesmo dia em que aconteceu a explosão a uma agência bancária no Conde, em novembro, outras duas ocorrências ganharam repercussão. Uma explosão a um banco no município de Duas Estradas, no Brejo paraibano, e a explosão a um carro-forte, no município de Paulista, no Sertão. Para a polícia, os ataques contra os veículos que transportam dinheiro foram denominados de o “novo cangaço”.
Foto: Assuero Lima
Foto: Divulgação
Foto: Chico Martins
Foto: Divulgação
Violência que não para

Mulheres não se livram do feminicídio

Os crimes contra mulheres na Paraíba continuaram neste ano. Diversos são os motivos que desencadearam a ocorrência dos crimes. No entanto, nem todos os casos contra a mulher são notificados e ainda mais, nem todos denunciados, são tipificados como feminicídio. Números são comparados aos de guerra. Esses foram alguns dos casos ocorridos este ano.
Fraudes em concursos

Polícia desarticula quadrilha que agia na Paraíba e mais cinco estados

Este ano, a Polícia Civil da Paraíba desarticulou um esquema de fraudes em concursos públicos em 5 estados. Na primeira fase, no dia 7 de maio, 19 pessoas foram presas suspeitas de participação na organização. Dois irmãos comandavam a quadrilha. Juntos, eles acumulavam 29 aprovações. No dia 12 do mesmo mês, mais seis pessoas foram presas, entre elas a guarda municipal, Dayanne Nascimento, irmã do agente de trânsito Diogo Nascimento – atropelado e morto durante a Operação Lei Seca em janeiro. No balanço, foram quase cem concursos identificados como fraudado. Além disso, 82 envolvidos suspeitos identificados, tendo presos 31. Quinhentas pessoas foram aprovadas nos concursos. A organização movimentou R$ 29 milhões em um período de 12 anos de atuação.
Foto: Nalva Figueiredo
Foto: Nalva Figueiredo
Foto: Assuero Lima
Foto: Assuero Lima
Foto: Assuero Lima
Foto: Assuero Lima
Solidariedade com o meio ambiente

Paraíba ganha a Revista Bioma Social

Os paraibanos ganharam este ano mais uma ferramenta imprensa de leitura. O Sistema Correio lançou, durante o “I Impacto ODS Paraíba: empresas rumo à sustentabilidade”, em João Pessoa, no final de agosto, a revista Bioma Social, que tem periodicidade anual. A realização do encontro foi da Fundação Solidariedade – braço social do Sistema Correio – e a organização humanitária Aldeias Infantis SOS aos empresários do Estado.  O objetivo do encontro foi apresentar os 17 ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), implantado pelas Nações Unidas. Já sobre o imprenso, foram trazidas matérias relacionadas a temáticas socioambientais e também o relatório do que fez a Fundação Solidariedade.
Foto: Nalva Figueiredo
Foto: Nalva Figueiredo
Saúde como protagonista

Tratamento da microcefalia e transplantes ganham reforço

Na área da saúde, Campina Grande, no Agreste paraibano, ganhou em julho deste ano o Instituto de Pesquisa Joaquim Amorim Neto, que é responsável por fornecer tratamento às vítimas de microcefalia e síndrome congênita do zika vírus, além de prevenção, assistência e pesquisa sobre a doença. No final do mês de novembro, a prefeitura da cidade entregou o Centro Dia – Serviço Especializado de Assistência Social – também destinado ao atendimento de crianças com a doença. O local tem capacidade para atender 60 crianças e famílias por turno.

Já a Capital, voltou a fazer transplantes de rim e de fígado. No primeiro tipo, a espera foi de 6 anos e sete meses e foi realizado pelo Hospital Nossa Senhora das Neves, no bairro da Torre. Em novembro, a o prefeito da Capital assinou um convênio com esse hospital para também serem realizados o transplante de fígado.

Texto: Aline Martins               Edição: Nice Almeida               Infográficos: Ednando Phillipy e Sérgio Bilous

Foto: Antonio Ronaldo
Foto: Divulgação
© Copyright 2017 Sistema Correio de Comunicação.