segunda, 23 de novembro de 2020

Política
Compartilhar:

Voto de aplauso ao jornal Correio da Paraíba

Alexandre Kito / 19 de fevereiro de 2016
Foto: Ilustração
O deputado Frei Anastácio (PT) apresentou, anteontem, na Assembleia Legislativa, voto de aplausos e congratulações ao Jornal Correio da Paraíba pela matéria publicada, no último domingo, intitulada ‘Roubo Milionário no Império’. O texto, de autoria do jornalista Adelson Barbosa dos Santos, retrata os escândalos de corrupção no período imperial e aponta a coragem do Padre Ibiapina, que viveu na Paraíba e lutou para frear a roubalheira nos cofres públicos. Frei Anastácio ocupou a tribuna da Casa, durante a sessão ordinária, e elogiou o veículo de comunicação e a iniciativa do jornalista Adelson Barbosa dos Santos.

O deputado citou trechos da publicação e afirmou que a matéria é um documento importante para mostrar à população e aos políticos atuais a coragem e o exemplo do Padre Ibiapina para combater a corrupção. Ele ressaltou a homenagem apresentada como forma de deixar registrada nos anais da Casa para incentivar outros profissionais do jornalismo a divulgar temas que são frutos de pesquisas e investigação.

No texto, Adelson Barbosa dos Santos cita o ex-deputado Padre Ibiapina, que nasceu no Ceará e viveu um período na Paraíba, onde morreu e está enterrado no distrito de Santa Fé, entre os municípios de Solânea e Arara. O político combateu a corrupção na época do Império e se empenhou na defesa da causa das pessoas menores favorecidas que viviam abandonadas nos rincões de miséria do Brasil. A matéria ressalta que a roubalheira por parte dos políticos no Brasil não acontece apenas nos dias atuais. Denuncia desvios que ocorreram em vários momentos da política nacional.

Outro parlamentar que ocupou a tribuna para homenagear o Jornal Correio da Paraíba e Adelson Barbosa foi Branco Mendes (PEN). O deputado parabenizou o jornalista pela produção e citou o Padre Ibiapina como um fiscalizador da corrupção. Destacou os prejuízos que o desvio do dinheiro público tem causado aos brasileiros. “Apesar de a matéria retratar o passado, o texto descreve com riqueza a realidade que assola o Brasil”, explicou.

Relacionadas