segunda, 21 de maio de 2018
TRE
Compartilhar:

Tribunal Regional Eleitoral dá posse a Paulo Câmara

Adriana Rodrigues / 01 de agosto de 2017
Foto: Rafael Passos
O advogado Paulo Wanderley Câmara foi empossado ontem, à tarde, como membro titular do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba. O novo juiz afirmou que vai desempenhar sua função como magistrado da melhor forma possível, observando o que tem nos autos, o que consta na Lei e as provas que serão produzidas pelas partes e pelo Ministério Público.  Comente no fim da matéria.

“Eu não posso criar teses novas se as provas nos autos não me permitem”, explicou, afirmando que seguirá o caminho que trilha na advocacia, em que busca produzir o máximo de provas para seu constituinte. “A Legislação Eleitoral já está posta, não tem muita novidade que venha alterar alguma tese jurídica nova, então é buscar a prova e adequá-la à legislação e ao caso concreto. É assim que espero que seja minha atuação. De maneira bem serena, de maneira bem tranquila e contribuindo com a Corte”, afirmou.

O novo magistrado também destacou a importância de passar a integrar a Corte e ter a oportunidade de participar das eleições do próximo ano no TRE, nas quais para ele um dos principais desafios será a implantação do processo judicial eletrônico. “E uma missão muito importante, faz parte de uma vitória profissional e pessoal. É uma casa que estou retornando. Já atuei aqui como funcionário e agora, estou retornando para atuar com juiz, representante da classe dos advogados. É uma grande felicidade”, declarou.

Durante a solenidade de posse Paulo Câmara foi saudado em nome da Corte, pelo juiz Breno Wanderley; pelo procurador eleitoral, Marcos Queiroga, em nome do Ministério Público Eleitoral; e pelo pai desembargador aposentado e advogado Leôncio Teixeira Câmara, que falou em nome da OAB– Seccional da Paraíba, todos destacaram as qualidades do novo membro e desejaram êxito na missão que terá pela frente nos próximos dois anos.

Paulo Câmara foi nomeado no último dia 19 pelo presidente Michel Temer (PMDB) para integrar o TRE na vaga aberta pelo defensor público Sylvio Pélico Porto Filho, que encerrou segundo biênio como membro da Corte.

Leia Mais

Relacionadas