terça, 16 de julho de 2019
Política
Compartilhar:

TRE define a ordem do guia eleitoral no rádio e na televisão

Damásio Dias / 22 de agosto de 2018
Foto: Nalva Figueiredo
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) definiu ontem através de sorteio a ordem de participação dos candidatos no guia eleitoral de rádio e televisão, além das inserções ao longo da programação das emissoras. A exibição dos programas terá início no dia 31 e se estende até 4 de outubro.

Após o sorteio da ordem do guia eleitoral e a divulgação do tempo oficial que será destinado a cada candidato, o vice-presidente e corregedor do TRE-PB, desembargador Carlos Beltrão Filho, falou da expectativa sobre a campanha deste ano na Paraíba.

“Esperamos que seja uma campanha propositiva, com a propaganda eleitoral extremamente positiva, que oriente, informe, convença o eleitor do propósito daquele que estão na disputa pelos cargos. O que a Justiça espera é que o eleitor seja bem informado, seja bem conduzido, na sua escolha, e que o resultado se espelhe na soberania do voto”, declarou o desembargador.

A coordenadora da Corregedoria do TRE-PB, Vanessa do Egypto, destacou a importância do sorteio, conforme estabelece a legislação eleitoral entre os candidatos. Ela explicou que serão destinados 70 minutos diários de inserções para os candidatos, fora o horário estabelecido para o guia eleitoral propriamente dito.

“Temos toda uma programação e dias estabelecidos para cada cargo. As inserções são para todos os dias, com exceção do domingo, durante toda a programação do guia eleitoral”, explicou.

No rádio serão programas no início da manhã e ao meio-dias. Na TV, às 13h e 20h30.

Participaram da sessão representantes das coligações partidárias e das emissoras de rádio e televisão, que debateram as regras de veiculação.

MDB abre programação gratuita

O sorteio estabeleceu que o programa inicial será aberto pelos candidatos ao Senado e o emedebista Roberto Paulino, único postulante da coligação ‘Porque o povo quer’ (MDB, PR e Patriota), será o primeiro a participar na estreia do guia.

Com o tempo de 46 segundos, além de 3:06 minutos de inserções ao longo da programação diária dedicada aos candidatos ao cargo. Em seguida virão os candidatos do Psol - Nelson Junior e Nivaldo Mangueira - dividindo os 7 segundos de guia e mais 29 segundos de inserções.

Os próximos serão os candidatos da cooligação ‘A força do trabalho’ - Veneziano Vital (PSB) e Luiz Couto (PT) - que vão dividir o tempo de 1 minutos e 23 segundos por bloco do guia e mais 5 minutos e 33 segundos de inserções.

Encerrando o primeiro programa dos postulantes ao Senado, os candidatos da coligação ‘Força da esperança’ - Cássio Cunha Lima (PSDB) e Daniella Ribeiro (Progressistas) - com o tempo de 1 minutos e 13 segundos por bloco de guia e mais 4 minutos e 50 segundos de inserções diárias.

O primeiro dia de exibição do guia terá sequência com os cargos de deputado estadual e governador.

Governo. Na disputa pelo governo, o maior tempo ficou com a coligação ‘A força do trabalho’, encabeçada pelo João Azevêdo (PSB), com 3:31 minutos por dia de exibição. Em seguida vem a coligação ‘Força da esperança’, de Lucélio Cartaxo (PV), com 3:04 minutos.

A coligação ‘Porque o povo quer’, de José Maranhão (MDB), terá 1:57 minuto. Tárcio Teixeira (Psol) vai contar com 8 segundos de guia e mais 25 segundos de inserções.

A candidata Rama Dantas terá 5 segundos de guia e mais 16 segundos de inserções.

Proporcionais. As coligações para a disputa por cadeiras na Assembleia e na Câmara dos Deputados terão guias exibidos em dias alternados. Os tempos variam de 8 segundos até 4:35 minutos.

Relacionadas