quarta, 19 de dezembro de 2018
Política
Compartilhar:

Transição na Presidência começa na quarta, com 24 nomes na equipe

Adriana Rodrigues / 03 de novembro de 2018
Foto: Assuero Lima
Dois dos três nomes que a Paraíba vai contar na equipe de transição do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) já foram confirmados: o do deputado federal eleito, Julian Lemos (PSL), e o do procurador da Fazenda Nacional em João Pessoa, Sérgio Augusto de Queiroz, que também é pastor e conhecido por sua atuação social na Fundação Cidade Viva, da qual é fundador e presidente.

O outro nome que deverá ser anunciado nos próximos dias, como informou Julian Lemos, que além de vice-presidente nacional do PSL é o braço direito de Bolsanaro na Paraíba e na região Nordeste, e foi responsável pela indicação de Sérgio Queiros, é de um advogado, cujo nome está em fase de análise. “A Paraíba estará bem representada não só na equipe de transição, mas no Governo de Jair Bolsonaro”, afirmou.

Os trabalhos da equipe de transição já foram iniciados, mas deverão ser intensificados a partir da próxima semana, com a composição dos quatros núcleos que vão atuar no processo em áreas como economia, infraestrutura, segurança pública e articulação política.

Em entrevista que concedeu ontem, ao jornalista Hermes de Luna, no Programa Correio Debate, da TV Correio, Julian Lemos disse que além de representada, a Paraíba não sofrerá retaliações no futuro Governo pela votação dada a Jair Bolsonaro, que só venceu, no segundo turno das eleições, em apenas três dos 223 municípios: João Pessoa, Campina Grande e Cabedelo.

“Vamos priorizar várias ações para o Estado, dentre elas a conclusão das obras da transposição do Rio São Francisco, no Eixo Norte, de forma mais célere e com um menor custo. Mas paralelamente a este trabalho, vamos apurar as denúncias de corrupção relacionadas à obra, pois já recebemos denúncias de que houve várias irregularidades e prática de superfaturamento”, revelou.

O deputado eleito disse ainda, que estará de portas abertas para atender os pleitos da Paraíba e ajudar o governador eleito João Azevêdo (PSB) em projetos e liberação de recursos para o Estado, até, porque, como destacou, acredita que João Azevêdo será muito diferente do atual governador Ricardo Coutinho. “Se João precisar de mim para solução de problemas da Paraíba estarei de portas abertas para ajudá-lo nos projetos da Paraíba”, declarou.

Julian Lemos também destacou a atuação do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), na campanha de Jair Bolsanaro, assumindo publicamente o apoio, revelando que vai reiterar o convite para que ele se filie ao PSL e passar a contribuir ainda mais com a futura gestão presidencial. Já em relação ao prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), o parlamentar eleito, criticou, argumentando que ele ficou em cima do muro, a não assumir uma posição de quem iria realmente apoiar e liberando sua militância e aliados para votar em quem quisessem.

Julian Lemos também anunciou que já está organizando a vinda do presidente eleito Jair Bolsonaro à Paraíba em junho do próximo ano, para ele participar do São João, em Campina Grande, e até mesmo para entregar as ações do primeiro semestre do seu Governo no Estado. “A visita já está agendada. Ele está animadíssimo para retornar à Paraíba e a prestigiar as festas do São João”, declarou.

Leia Mais

Relacionadas