quinta, 04 de março de 2021

Política
Compartilhar:

TJPB completa 124 anos de criação e comemoração é marcada por sessão solene

Adriana Rodrigues / 16 de outubro de 2015
Foto: Rafael Passos
Os 124 anos de instalação do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) foram comemorados ontem à tarde, com uma programação especial, que contou com sessão solene, no Pleno, para entrega de honrarias e lançamento de livros.

O presidente do TJPB, Marcos Cavalcanti de Albuquerque, destacou a importância das comemorações realizadas por meio da Comissão de Cultura e Memória do Poder Judiciário, que tem a frente a desembargadora Fátima Bezerra, como forma de resgatar a história de dois desembargadores que tiveram atuação marcantes, João Suassuna e Heráclito Cavalcanti, bem como de manter a tradição de comemorar as datas marcantes.

Durante a solenidade, houve o lançamento do livro “João Suassuna – um magistrado que governou a Paraíba”, de autoria do desembargador Marcos Cavalcanti, com o jornalista José Nunes.

A obra foi apresentada pelo neto de Ariano Suassuna e bisneto do homenageado, João Urbano Bezerra Suassuna, advogado, historiador e secretário de Executivo para Politicas para Crianças e Juventude do Estado de Pernambuco, que também falou sobre a vida do bisavô, que foi magistrado, deputado federal e posteriormente presidente do Estado da Paraíba, cargo que corresponde hoje a governador do Estado.

Solenidade bem prestigiada

A solenidade contou com a presença de várias autoridades, dentre elas o presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, Rogério Fialho; o procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro; o empresário Roberto Cavalcanti; o deputado João Bosco Carneiro (PSL); o diretor da Justiça Federal na Paraíba, juiz federal Rudival Gama, entre outras autoridades.

Roberto Cavalcanti destacou a importância das comemorações. Segundo ele, na Europa não é tanto tempo, mas no Brasil é quase um terço da existência do País. Para o desembargador Rogério Fialho, o TJPB é uma referência de dignidade, respeitabilidade e operosidade. Segundo ele, nesses 124 anos o TJPB firmou-se como um exemplo da boa prestação da jurisdição.

“Uma casa, onde o cidadão paraibano pode pleitear seus direitos e sabe que será atendido com toda presteza e operosidade possível”, disse o presidente do TRF5.

 

Relacionadas