sábado, 26 de maio de 2018
Política
Compartilhar:

TCE capacita imprensa para ‘fiscalizar’ gestor

Adriana Rodrigues / 06 de novembro de 2015
Foto: Nalva Figueiredo
O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) realizou ontem, nos turnos da manhã e da tarde,  o workshop  “Jornalismo na base de dados do TCE-PB”, com o objetivo de capacitar  profissionais da imprensa paraibana, a utilizar de forma ágil e correta as ferramentas que dispõe para acompanhar e os gastos públicos. Além disso, acessar, compilar, interpretar e organizar os indicadores recolhidos no maior banco de dados abertos do Estado.

Segundo o presidente do TCE-PB, conselheiro Arthur Cunha Lima, o workshop, promovido pela Assessoria de Comunicação, é de fundamental importância, para apresentar, de forma  presencial a jornalistas e radialistas o uso das ferramentas, como o Sagres, IDGPB, Georeferenciamento e Tramita.

O presidente afirmou que esse encontro serviu, também, para aproximar ainda mais a imprensa do TCE-PB.  Ele destacou que a imprensa tem sido uma grande parceria no controle externo em favor da boa aplicação dos recursos públicos. “O trabalho dos jornalistas e radialistas tem ajudado o Tribunal na sua missão de fiscalizar e orientar a gestão pública”, declarou.

O workshop ministrado pelo Assessor Técnico do Tribunal, Ed Wilson Fernandes de Santana, em duas turmas. A primeira foi das 9h às 12. A segunda, das 14h às 17h, no Plenário do TCE-PB, com a participação de profissionais de vários veículos de comunicação.

A coordenadora da Assessoria de Comunicação Social do TCE-PB, jornalista Fábia Carolino, também ressaltou a importância do treinamento, tendo em vista que a demanda dos jornalistas é sempre crescente.  Segundo ela, esse encontro serviu como um guia passo-a-passo sobre como encontrar e utilizar dados abertos, ou seja, disponíveis gratuitamente para uso, sem restrições. “Isso facilitará, agiliizará e enriquecerá o conteúdo de todo o material produzido por esses profissionais. O TCE-PB, mais uma vez, está na vanguarda e é o pioneiro no incentivo do uso de sua base para o jornalismo de dados”, comentou.

Relacionadas