sábado, 19 de setembro de 2020

Política
Compartilhar:

Sessões são suspensas mais uma vez na ALPB

Alexandre Kito / 01 de junho de 2016
Foto: Agência ALPB
A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa definiu a suspensão das sessões ordinárias na Casa esta semana porque a maioria dos deputados viaja hoje para participar da Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais, que acontece em Aracaju (SE). Os parlamentares só devem apreciar matérias a partir da próxima terça-feira. Ontem, a sessão foi pautada pela indignação com os atos de violência que têm sido cometidos contra as mulheres.

Representantes de movimentos sociais e em defesa das mulheres protestaram durante a sessão e, juntamente com alguns deputados, relembraram o caso da jovem de 16 anos estuprada por mais de 30 homens no Rio de Janeiro. Cartazes e calcinhas, que representaram os casos de estupros no país, foram fixados nas vidraças das galerias do plenário. Estela Bezerra (PSB) fez um alerta a respeito da violência. A deputada ressaltou que as mulheres não podem ter seus corpos, sua moral e integridade desrespeitadas por parte da população.

Olenka Maranhão (PMDB) também demonstrou preocupação com o tema e citou o caso da jovem vítima de estupro no Rio de Janeiro, na semana passada. Frei Anastácio utilizou a tribuna e pediu respeito entre homens e mulheres.

A presidente da Comissão da Mulher, Camila Toscano (PSDB), também lamentou o caso de estupro, que tem sido amplamente divulgado pela imprensa. Ela destacou o fato da vítima está sendo transformada em culpada e disse que isso faz com que as mulheres acabem não denunciando os abusos. Segundo a deputada, estima-se que apenas 35% dos estupros geram boletim de ocorrência, ou seja, é uma estatística oficial defasada. Durante a sessão, o presidente da Casa Adriano Galdino (PSB) apresentou projeto de lei, aprovado por unanimidade, que visa dar um tratamento diferenciado, além de preservar a identidade da vítima e possibilitar um melhor atendimento a essas pessoas.

Daniella critica governador

Ontem, a deputada Daniella Ribeiro (PP) não mediu palavras para criticar diretamente o governador Ricardo Coutinho (PSB), depois que o líder do Governo, Hervázio Bezerra, fez criticas ao prefeito da Capital, Luciano Cartaxo, pré candidato à reeleição pelo PSD, por causa dos estragos das chuvas na cidade.

Hervázio Bezerra exibiu fotos e vídeo mostrando peixes saindo de uma galeria na Rua Padre Azevedo, procedente da Lagoa.

Daniella não deixou por menos. Exibiu um vídeo com imagens do abandono do Rodoshopping construído às margens da BR 230, pelo Governo do Estado, no distrito de Cajá, município de Caldas Brandão. “Lá não teve chuva forte, nem teve destruição, mas a obra está nessa situação de completo abandono”, comentou Daniella Ribeiro, colocando a culpa no governador Ricardo Coutinho “pelo descaso com o dinheiro público” aplicado na obra que deveria estar gerando empregos e renda.

Segundo ela, o Rodoshopping deveria estar beneficiando comerciantes da região, “mas está nessa situação de abandono”. Ela também criticou o governador pela promessa não cumprida em relação ao Parque do Açude de Bodocongó, em Campina Grande.

Raoni abrirá vaga para Marrocos

O deputado Buba Germano (PSB) confirmou a articulação do PSB para levar os vereadores Raoni Mendes (DEM), de João Pessoa, e Arthur Filho (PRTB), de Cabedelo, para a Assembleia Legislativa da Paraíba. O deputado socialista admitiu ter conversado com o governador Ricardo Coutinho (PSB) e se colocou à disposição para se licenciar do mandato na Casa para abrir vaga para o suplente. A concretização dessa manobra precisa da licença de outro deputado, cujo nome pode ser informado nos próximos dias. Com a chegada de Raoni na Casa de Epitácio Pessoa, a ex-vereadora Sandra Marrocos assume o assento na Câmara Municipal da Capital.

Buba Germano destacou que tem interesse em ser o segundo deputado a se licenciar, pois o objetivo do partido é levar Raoni Mendes para o Legislativo abrindo a vaga na Câmara Municipal para a socialista suplente Sandra Marrocos. O deputado ainda não sabe qual o outro parlamentar que deve se licenciar. Ele explicou que caso se concretize, vai potencializar o trabalho nas campanhas municipais durante o tempo que ficar afastado.

“Se o entendimento do governador for esse e ele solicitar, não terei nenhuma dificuldade de atender ao pedido dele. Sou municipalista e temos que potencializar as campanhas municipais, já que o PSB não é só em João Pessoa, mas em toda a Paraíba. Vou dar minha contribuição nessas articulações para fortalecer o partido”, disse Buba Germano que é aliado de Sandra Marrocos. AK

Leia Mais

Relacionadas