terça, 11 de maio de 2021

Política
Compartilhar:

Senado acaba com doação e empresas não poderão mais financiar campanha eleitoral

Da redação / 03 de setembro de 2015
O plenário do Senado aprovou ontem, por 36 votos a 31, o fim do financiamento por empresas de campanhas de partidos. A votação ocorreu minutos após a aprovação de texto-base que limitava a R$ 10 milhões a doação.

Os senadores começaram a votar ontem projeto de reforma política que foi encaminhado pela Câmara e alterado por comissão do Senado. Os senadores ainda analisariam outras propostas de alteração de trechos do texto-base. Em seguida, devido às mudanças sobre a proposta aprovada na Câmara, o texto voltará a ser analisado pelos deputados.

O texto-base do projeto, aprovado menos de uma hora antes, previa R$ 10 milhões de limite de doação de empresas a partidos políticos, sem incluir a doação a candidatos. O projeto da Câmara previa limite de doação a empresas de R$ 20 milhões.

Depois da votação do texto-base, o próprio relator da proposta, senador Romero Jucá (PMDB-RR) apresentou uma proposta de alteração no texto, sugerindo acabar com a doação não só a candidatos, mas também a partidos.

Relacionadas