domingo, 17 de janeiro de 2021

Política
Compartilhar:

‘Romero é o nome do PSDB’, diz Cássio Cunha Lima em reunião com tucanos

Alexandre Kito / 03 de março de 2018
Foto: Nalva Figueiredo
O senador Cássio Cunha Lima, principal liderança do PSDB na Paraíba, reuniu a cúpula tucana ontem, para debater uma estratégia convencer o prefeito da Capital, Luciano Cartaxo (PSD), a voltar ao páreo das eleições deste ano. Luciano anunciou que abria mão de concorrer ao governo do Estado na quinta-feira. Se não conseguirem convencê-lo da volta, os tucanos contam com a permanência do prefeito pessoense no campo das oposições.

O senador Cássio Cunha Lima afirmou que o candidato do PDSB é o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues. Ele também disse que não falaria de outra conjectura antes de conversar com o prefeito Cartaxo, o que deverá ocorrer neste fim de semana. “Ainda há tempo para Cartaxo rever a posição, pois o prazo se encerra no dia 7 de abril”, disse o senador.

Questionado sobre ele assumir a cabeça de chapa das oposições, Cássio Cunha Lima voltou a afirmar que não está avaliando essa questão, reforçando que a prioridade é de Romero Rodrigues, que inclusive recebeu na quainta-feira o apoio, através de carta, de 21 vereadores de Campina Grande, defendendo a confirmação de seu nome como o candidato a governador com o apoio das forças de oposição.

O senador disse ainda que, como já falou outras vezes, está pronto para ajudar da forma que for, inclusive disputando novamente o governo se for a decisão da maioria. “Mas, não vou me adiantar, antes dessa conversa que preciso ter com Cartaxo”, enfatizou.

O parlamentar reuniu a cúpula no escritório dele, em João Pessoa, e aproveitou para fazer uma avaliação do cenário eleitoral, após a desistência de Luciano Cartaxo. Na pauta, a avaliação do nome que pode unificar a candidatura das oposições, que no momento é Romero Rodrigues.

O presidente estadual do PSDB, Ruy Carneiro, disse que pretende manter o prefeito Luciano Cartaxo como aliado das oposições. Ele ainda afirmou que não sabe se a decisão de Cartaxo pode ser revertida e reafirmou que o nome do partido é o de Romero Rodrigues. “É uma questão muito pessoal. O PSDB continua na mesma posição. Somos oposição e vamos batalhar por uma chapa que proponha um projeto diferente do atual, que tem muitas falhas. Logicamente, o prefeito Romero Rodrigues é a prioridade do partido”, explicou.

Cícero participa da reunião

O ex-senador e ex-prefeito da Capital, Cícero Lucena (PSDB) também compareceu à reunião, mas evitou tecer comentários sobre o que foi discutido durante o encontro. Ele afirmou que “foi ao encontro apenas para ouvir”.

Após o anúncio de desistência do prefeito Cartaxo, o nome do ex-senador foi ventilado como opção do PSDB para a disputa ao cargo de governador. Questionado sobre a especulação, foi enfático: “Tô fora”.

Cícero Lucena anunciou que deixava a atividade política em 2014, após ter seu nome preterido na disputa pela reeleição ao cargo de senador devido à construção de uma aliança de partidos para derrotar o governador Ricardo Coutinho, que tentava a reeleição. Desde então, o ex-senador e ex-prefeito da Capital tem comparecido a reuniões, segundo ele, para rever os amigos.

Na prática, os tucanos sabem da capacidade dele em articular e buscam, de vez em quando, ouvir “beber” da sua experiência.

Também participaram da reunião o ex-prefeito de Patos Dinaldo Wanderley, os deputados estaduais Camila Toscano e Bruno Cunha Lima, o federal Pedro Cunha Lima, e o prefeito de Guarabira Zenóbio Toscano.

 

Relacionadas