sábado, 05 de dezembro de 2020

Política
Compartilhar:

Ricardo admite que salários podem atrasar

Alexandre Kito / 12 de fevereiro de 2016
Foto: Secom-PB
O governador Ricardo Coutinho (PSB) afirmou que não pode garantir o pagamento em dia dos servidores públicos do Estado. Ele disse que está cortando gastos em todos os setores possíveis, devido à crise financeira que afeta o país. Mas, alegou que tem se planejado para que haja equilíbrio nas contas do Governo. As declarações foram dadas, ontem, durante solenidade de abertura do ano letivo da Escola Técnica Estadual de João Pessoa.

Ricardo declarou que mesmo com as dificuldades, ele tem pago a folha de pessoal em dia desde janeiro de 2011. Explicou que a preocupação não é apenas em pagar os servidores estaduais, mas também em garantir recursos para continuidade de obras e ações que garantam a melhoria da população paraibana. O governador disse ter certeza de que tem a compreensão da maioria dos funcionários públicos, que entendem a dificuldade pela qual passa o Estado. Disse, ainda, que não pode levar em consideração a opinião da minoria, que segundo ele, muitas vezes criticam por interesses próprios.

O gestor ressaltou que acredita que o Brasil vai superar a crise e por isso tem se organizado para que ao primeiro sinal de melhora, a Paraíba acompanhe a economia e o Governo possa oferecer melhores condições aos paraibanos. “Temos Estados com problemas piores que a Paraíba. Queremos a cada mês honrar com os nossos compromissos, não só com o pagamento de folha. Eu não vim para governar folha, eu vim para governar o Estado”, disse.

O governador considerou normal a ameaça de greve manifestada por alguns servidores pelo não cumprimento da data-base. Ele reafirmou que não há possibilidade em conceder aumento. “É legítimo reclamar”, explicou o governador durante aula inaugural.

Leia mais no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas