terça, 13 de novembro de 2018
Política
Compartilhar:

PSDB firma parceria com o CDU, partido de Angela Merkel

Adelson Barbosa dos Santos / 20 de março de 2018
Foto: NALVA FIGUEIREDO
A União Democrata Cristã (CDU), partido da primeira-ministra alemã, Angela Dorothea Merkel, firmou parceria com o PSDB para investimento de recursos financeiros (das duas legendas) na formação de quadros políticos no Brasil. Pela parceria, o dinheiro destinado a este fim já está sendo aplicado na realização de cursos de capacitação em vários Estados.

A informação é da presidente nacional do PSDB Mulher, a deputada federal Yeda Crusius, ex-ministra do governo FHC e ex-governadora do Rio Grande do Sul.

A declaração de Yeda Crusius foi dada, ontem pela manhã, em palestra ministrada durante o Encontro Estadual do PSDB Mulher, realizado no Hotel Tambaú, em João Pessoa.

O encontro foi conduzido pela presidente estadual do PSDB Mulher, a ex-deputada estadual Iraê Lucena e discutiu o tema “A política pode mudar a mulher: As mulheres podem mudar a política”. “Estamos lançando hoje a campanha com a seguinte hastag #mulheresnapolítica”, disse Iraê Lucena, lembrando que o slogan “A política pode mudar a mulher: As mulheres podem mudar a política” é uma alusão a uma frase de autoria da ex-presidente do Chile, Michelle Bachelet.

Também participaram do evento a deputada estadual Terezinha Nunes (PE), a ex-ministra do governo FHC, Solange Jurema, a ex-vice-governadora da Paraíba, Lauremília Lucena, as deputadas estaduais Camila Toscano e Elisa Virginia, a ex-deputada estadual e ex-prefeita de Guarabira, Lea Toscano, entra outras mulheres que são deputadas, prefeitas, vice-prefeitas e vereadoras de destaque no ninho tucano. Pela representação masculina do tucanato, estavam o deputado federal Pedro Cunha Lima e o presidente estadual do partido, Ruy Carneiro.

Segundo Yeda Crusius, aos 20 anos de existência, “o PSDB Mulher está aberto ao pluripartidarismo e à diversidade de opiniões”. De acordo com a deputada, os recursos vindos do partido de Angela Merkel são rigorosamente geridos pela Fundação Teotônio Vilela, o braço do PSDB que promove cursos, capacitações, treinamentos e outras atividades do partido.

Relacionadas