sexta, 27 de novembro de 2020

Política
Compartilhar:

Presidente da Fiep está contra o impeachment e acredita no crescimento do País

Celina Modesto / 10 de dezembro de 2015
Foto: Diego Nóbrega
“Com o fim da crise política, a economia do Brasil volta a crescer”. A afirmação, com o tom mais otimista possível, é do presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), Buega Gadelha. Embora seja contrário ao impeachment, Gadelha acredita que uma vez que o impasse político seja resolvido – assim como o ajuste fiscal – o país deverá experimentar um desenvolvimento rápido. O mês de abril do próximo ano é a aposta do presidente da Fiep para o país começar a se recuperar da crise.

Ele também afirmou que a crise política representa 90% ou mais da crise econômica que o país enfrenta atualmente. “Em abril a economia voltará a crescer. Extinta a crise política, também acaba-se a econômica. O Brasil tem reservas cambiais elevadíssimas e ele não pode fazer saque antes de fazer o ajuste fiscal. Então, feito o ajuste fiscal, vamos ter período de grande desenvolvimento no nosso estado e país. O Brasil pode fazer um saque de R$ 20 bilhões de dólares em letras do tesouro americano, do qual o país é o 4º maior credor do mundo”, salientou Gadelha.

Leia mais no Jornal Correio da Paraíba.

Relacionadas