quinta, 15 de abril de 2021

Política
Compartilhar:

Prefeitas realizaram encontro para debater participação feminina na política

André Gomes / 26 de abril de 2019
Foto: Divulgação
Prefeitas de 17 municípios paraibanos e três deputadas estaduais se reuniram nessa quinta-feira (25) em João Pessoa para discutir a implementação de políticas públicas voltadas para as mulheres na Paraíba. Um dos pontos debatidos foi o fortalecimento da presença das mulheres nos espaços de poder, evitando que sejam apresentadas em chapas partidárias apenas para ‘cumprir tabela’, reforçando que ficou conhecido como ‘laranjas’.

Para a prefeita de Alagoinha, Maria Rodrigues, é preciso reforçar as rodas de diálogos com as mulheres, mostrando a elas que possuem a capacidade de disputar um cargo eletivo, seja para vereadora, prefeita, deputada, senadora e até presidente da República. “No nosso município venho reforçando isso desde que foi eleita vice-prefeita. Agora como prefeita tenho reforçado e não tenho permitido que as mulheres sejam usadas em chapas, apenas para atingir o percentual”, disse.

Em Monteiro, a prefeita Anna Lorena também tem realizado ações de fortalecimento das mulheres nos espaços políticos. “É importante que nós como prefeitas coloquemos as mulheres em secretarias estratégicas como forma de empoderá-las e incentivá-las a participar do processo político. Temos que aumentar o número de prefeitas na Paraíba, mas também de vereadoras nas próximas eleições”, destacou.

A deputada Camila Toscano disse que apesar das mulheres já terem garantido importantes vitórias, no entanto, ainda estamos longe de ter uma representação equivalente à masculina nas Casas Legislativas, nas gestões públicas, nos Tribunais. A deputada lembrou o próximo ano é eleitoral e por isso se torna fundamental uma discussão mais aprofundada sobre a presença feminina nas campanhas.

“Infelizmente ainda são poucas as mulheres que têm candidatura de fato e, quando têm, elas não acessam os recursos partidários para poder fazer a sua campanha, não acessam o tempo de televisão e de rádio, não acessam nada. Então é preciso empoderar a mulher por meio de ações concretas para que possamos mudar o lugar das brasileiras na sociedade. Acredito muito nisso e vamos trabalhar por isso no nosso Estado”, observou a deputada Camila Toscano durante o encontro.

Na Capital. Durante o encontro do Movimento Municipalista de Mulheres também foi discutido o feminicídio.

 

Relacionadas