terça, 19 de janeiro de 2021

Política
Compartilhar:

Parlamentares paraibanos vão cobrar de Temer conclusão da Transposição

André Gomes / 14 de maio de 2016
Foto: DIVULGAÇÃO
O Brasil espera que a posse do presidente interino Michel Temer (PMDB) abrevie a recessão e reforce a recuperação da economia brasileira. A bancada paraibana no Congresso Nacional também nutre essa expectativa, mas já tem como certa a pauta de reivindicação que será entregue ao presidente peemedebista. Os parlamentares vão cobrar investimentos e mais prioridade por parte do Governo Federal para a conclusão de obras hídricas na Paraíba. De uma bancada de 15 parlamentares, 12 votaram favoráveis ao afastamento da presidente Dilma Rousseff.

O deputado federal e coordenador da bancada federal paraibana, Benjamin Maranhão (SD), defende que a prioridade dos parlamentares paraibanos junto ao governo de Michel Temer seja a questão hídrica. Segundo o deputado, obras como a transposição das águas do São Francisco e as Vertentes Litorâneas ganharão mais atenção junto aos novos ministros.

“Hoje são 170 municípios paraibanos em estado de emergência pela falda de água. Não podemos ter mais ações paliativas e vamos cobrar ações estruturantes desse novo governo, porque só assim vai se resolver o problema”, destacou o deputado.

Benjamin disse ainda que nos próximos dias deve convocar a bancada.

Documento ao presidente

A bancada paraibana no Congresso deve entregar a Michel Temer um documento assinado por todos os parlamentares da Paraíba, do Rio Grande do Norte, Pernambuco, Ceará e Alagoas.

De acordo com o parlamentar, o Brasil hoje vive o ápice da maior crise política brasileira desde a redemocratização. A aprovação da admissibilidade do pedido de impeachment da presidente Dilma na Câmara dos Deputados e sua admissibilidade pelo Senado veio confirmar a fragilidade política do Governo Federal, que não consegue implementar políticas públicas consistentes e necessárias ao desenvolvimento do país.

Com base nessa instabilidade política, Pedro Cunha Lima também sugeriu a elaboração de uma agenda emergencial.

“Assim, os integrantes da bancada do estado da Paraíba no Congresso Nacional consideram que a primeira e principal ação a ser realizada em favor da população paraibana é o adiantamento da conclusão das obras de transposição do Rio São Francisco”, afirmou.

Sem conclusão

Conhecido como Canal Acauã-Araçagi, o Canal Adutor das Vertentes Litorâneas, quando concluído, beneficiará cerca de 600 mil pessoas. O empreendimento do PAC 2 passará por 11 cidades e levará água para consumo humano, de uso industrial e para projetos de irrigação a 38 municípios da mesorregião da Borborema. As obras foram iniciadas em 2012 e ainda não foram concluídas. Já as obras da transposição do Rio São Francisco começaram em 2007, com previsão de entrega para 2012.

De acordo com Benjamin, o que se constatou foram sucessivos atrasos em virtude de uma gestão ineficaz do projeto, e até hoje, a obra não teve a sua efetiva finalização.

Leia Mais

Relacionadas