quinta, 19 de outubro de 2017
Política
Compartilhar:

OAB-PB aprova voto de repúdio e representação no CNJ contra Sérgio Moro

Mislene Santos / 21 de março de 2016
Foto: Divulgação
O conselho da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Paraíba, aprovou voto de repúdio e o pedido de representação no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra o juiz federal Sérgio Moro. O pedido foi fundamentado na quebra de sigilo do grampo telefônico que interceptou conversas entre a residente Dilma Rousseff com o ex-presidente Lula e, principalmente por ter violado as prerrogativas dos advogados dos envolvidos na Operação Lava Jato.

Moro autorizou o grampo de 25 advogados do escritório que defende o ex-presidente Lula. O presidente da Ordem na Paraíba, Paulo Maia, disse ao Correio Online que, na última sexta-feira (18), solicitou na tribuna do Conselho Federal da OAB que fosse aberta uma representação contra Moro no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). “O grampo dos 25 advogados ao mesmo tempo foi equivocado, precipitado e desfundamentado”, afirmou Maia.

Ele informou ainda que a iniciativa foi bem acolhida pelo Conselho Nacional da Ordem e que, até o momento, nenhum representante das  demais seccionais da Ordem no País divergiram da proposta. “Essa medida será adotada com a urgência que a matéria merece ser tratada, pois a postura adotada pelo Juiz Sérgio Moro viola vários princípios constitucionais”, explicou Maia.

Impeachment

Paulo Maia explicou que o fato de a OAB se posicionar favorável ao impeachment da presidente Dilma Rousseff não significa que a Ordem adotou uma postura política partidária. Ele ressaltou que o País está vivendo um momento de polarização intenta onde ou se é situação ou oposição.

“A OAB não tem partido tanto que está tomando uma postura contra o Juiz Sérgio Moro. Somos a favor do impeachment porque encontramos elementos jurídicos que justificam o pedido de impeachment”, justificou Paulo Maia.

Relacionadas