segunda, 21 de setembro de 2020

Política
Compartilhar:

Deputados da PB não vão à sessão e contribuem para atrapalhar planos do governo

Alexandre kito / 12 de outubro de 2015
Foto: Divulgação
Cinco deputados que integram a bancada paraibana na Câmara Federal faltaram às duas sessões destinadas à votação dos vetos, encaminhados pela presidente Dilma Rousseff, aos projetos que aumentam as despesas do Governo Federal.

O levantamento foi realizado com base nos registros de presença da Câmara.

Nas duas sessões não houve quórum para que as chamadas ‘pautas-bombas’ pudessem ser votadas. O presidente do Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL), citou que houve “uma decisão deliberada” da Câmara para não haver quórum.

As sessões de terça e quarta-feira foram as duas primeiras da semana passada realizadas após a reforma administrativa anunciada pela presidente Dilma Rousseff.

Dos três deputados paraibanos do PMDB, legenda que compões a maior bancada na Câmara, dois compareceram às duas sessões, Hugo Motta e Manoel Júnior. Veneziano Vital esteve em uma delas. Já o PT, da presidente Dilma, teve o deputado Luiz Couto representando a bancada paraibana nas duas votações.

Mesmo destinando ministérios a partidos aliados com a finalidade de assegurar a governabilidade formando nova base de apoio partidário no Congresso, o governo foi derrotado e não conseguiu a quantidade mínima de 257 deputados para iniciar a votação dos vetos da presidente a projetos com grande impacto fiscal nas contas públicas.

Leia mais no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas