quinta, 25 de fevereiro de 2021

Política
Compartilhar:

“Não vou monitorar Ruy no que ele acha que é o melhor para o PSDB”, diz Romero

Gabriel Botto / 26 de julho de 2017
Foto: Nalva Figueiredo / Reprodução
O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB) expressou insatisfação com o presidente estadual de seu partido, o ex-deputado Ruy Carneiro, pelas várias agendas políticas dele com o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD). Ruy Carneiro afirmou que já convidou Romero várias vezes para também participar dessas agendas, porém, o prefeito campinense não compareceu. Comente no fim da matéria.

Romero afirmou que não pode controlar nem monitorar Ruy, mas que se ele achar que esse é o melhor para o partido, que continue, e na hora certa, tomará uma posição quanto a isso.

“Vou aguardar um momento oportuno pra lidar com essa questão do PSDB. Eu não sei por que ele não me acompanha, tem que perguntar isso a ele, ele é maior de idade e mais velho do que eu inclusive, não sou eu que vou ficar monitorando e orientando Ruy Carneiro no que ele acha que é o melhor para o partido. Se ele acha que isso é o melhor para o partido, continue fazendo e eu, na realidade vou ter que me colocar na minha insignificância no partido e no momento certo tomar minha posição”, disse Romero Rodrigues à Rádio Correio SAT/98FM.

Em resposta a Romero Rodrigues, Ruy Carneiro lembrou de aliança feita com outros partidos da oposição em 2016 e afirmou que já fez vários convites a Romero, mas que o prefeito não compareceu.

“Firmamos na eleição de prefeito uma aliança. Essa aliança foi composta com vários pré-candidatos ao Governo do Estado, o que é legítimo. Romero é um deles, Cartaxo é um deles, Maranhão também se coloca e assim sucessivamente. Quero esclarecer que por muitas vezes Romero foi convidado por mim, para vir em cidades que eu considero muito importantes para quem queira se candidatar ao Governo, mas ele não veio, talvez por outras prioridades”, disse Ruy Carneiro.

Relacionadas