segunda, 21 de setembro de 2020

Política
Compartilhar:

Ministro Helder Barbalho finaliza inspeção da transposição na Paraíba

Redação com assessoria / 18 de janeiro de 2017
Foto: Divulgação
O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, iniciou, ontem, uma vistoria no percurso da água do Rio São Francisco pelas primeiras estruturas do Eixo Leste do Projeto de Integração, que já avançou 19,7 quilômetros pelos canais.

O objetivo é inspecionar a conclusão das obras em todo o trecho, em dois dias, desde o reservatório de Itaparica, em Floresta (PE) - onde é feita a captação-, até a adutora Monteiro (PB) - estrutura final do Eixo. Deste último ponto, a água seguirá pelo rio Paraíba e deverá atender as cidades polarizadas de Monteiro e Campina Grande ainda neste primeiro trimestre.

A comitiva do Ministério da Integração Nacional iráfiscalizar o funcionamento da captação do reservatório de Itaparica, o caminho percorrido pela água até chegar à primeira Estação de Bombeamento do eixo (EBV-1) e sua passagem pelo Aqueduto da BR 316 e pelo Reservatório de Areias - estruturas que estão no trajeto até a segunda Estação de Bombeamento (EBV-2), em Floresta (PE).

As estações de bombeamento são responsáveis por impulsionar a água de um terreno mais baixo para outro mais elevado. Ao todo, o Eixo Leste possui seis estações distribuídas nos 217 quilômetros de comprimento. Essas estruturas elevarão a água do rio em mais de 300 metros acima do nível do São Francisco.

Ainda no sertão pernambucano, no Reservatório de Braúnas, o ministro Helder Barbalho acompanhará a montagem das motobombas flutuantes disponibilizadas pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) para garantir a chegada da água do Rio São Francisco aos estados da Paraíba e de Pernambuco. As bombas possuem, juntas, 1.800 metros de tubulação, com um metro de diâmetro.

Hoje, a comitiva do Ministério da Integração Nacional fiscalizará o restante das estruturas do Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco. Em Floresta, Custódia e Sertânia (PE), serão inspecionadas as últimas quatro estações de bombeamento (EBV-3, 4, 5 e 6). Já na Paraíba, serão verificados o Túnel Giancarlo e a Adutora Monteiro.

Relacionadas