quarta, 20 de novembro de 2019
Política
Compartilhar:

Michelle Bolsonaro visitou famílias assistidas pelo Programa Criança Feliz em CG

Adriana Rodrigues / 03 de abril de 2019
Foto: Leonardo Silva/Codecom CG
A primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, cumpriu agenda, dessa terça-feira (2), em Campina Grande, acompanhada do ministro da Cidadania Osmar Terra. Os dois foram recepcionados pelo prefeito Romero Rodrigues (PSDB), no aeroporto João Suassuna, e foram conhecer de perto a execução de programas sociais, em parceria com o Governo Federal, em Campina Grande, que tornaram-se modelos nacionais de sucesso.

Michelle visitou o Centro Dia na cidade, especializado em atendimento a crianças com microcefalia, e conheceu o programa Criança Feliz na cidade, no qual crianças carentes recebem visitas domiciliares de especialistas para assistência social nos primeiros mil dias de vida. Foi a primeira visita de Michelle Bolsonaro fora de Brasília desde o início do Governo em 1º janeiro. Ela evitou a imprensa e foi escoltada por um forte esquema de segurança.

De acordo com Osmar Terra, a viagem à cidade era uma das prioridades da primeira-dama, que quer ampliar o atendimento a crianças portadoras de necessidades especiais e quer utilizar o modelo da Rainha da Borborema como exemplo.

O ministro que esteve em Campina Grande quando o Centro Dia foi inaugurado, em novembro de 2017, quando era deputado federal, destacou a importância do programa, que poderá servir de modelo para todo País. “Viemos aqui porque a cidade tem um atendimento especializado para crianças com microcefalia. A primeira-dama colocou as crianças com deficiência na prioridade de ações do Governo”, revelou o ministro, classificando Campina como “cidade-modelo” nesse tipo de acompanhamento às crianças vítimas do Zika vírus, que são contempladas também com um Benefício de Proteção Continuada (BPC), que ganham um salário mínimo por mês.

Segundo Osmar Terra, o Governo Federal destina R$ 500 mil por ano para esse trabalho de reabilitação das crianças em Campina Grande. “O prefeito Romero Rodrigues montou um sistema bem articulado. O dinheiro bem empregado e a primeira-dama queria conhecer e está muito impactada pelo drama, pela situação e pelo bom atendimento que as pessoas estão tendo”, afirmou.

Terra garantiu ainda que o Governo Federal pretende aumentar o número de Centros Dia no país, hoje com sete unidades, e elevar de 600 mil para 1 milhão o número de crianças atendidas pelo Criança Feliz.

Simples

Em vários momentos, a primeira-dama ouviu depoimentos que a emocionaram.

Resultado de programa

Além de ser a primeira visita oficial de Michelle Bolsonaro a uma cidade do Brasil, na condição de primeira-dama, desde da posse do presidente em 1º de janeiro, ela já tinha demonstrado o interesse de visitar Campina Grande desde que assistiu à palestra de Romero em Brasília, no último dia 12 de março, apresentando os bons resultados alcançados pela execução dos programas Criança Feliz e Centro Dia.

Acompanhado da primeira-dama de Campina, Micheline Rodrigues, o prefeito campinense ciceroneou Michelle Bolsonaro e Osmar Terra em duas visitas que foram consideradas “impactantes e elucidativas” pelo ministro, especialmente por neste dia 2 se comemorar o Dia Mundial da Conscientização do Autismo.

A secretária Eva Gouveia, da Ação Social do Município, fez a primeira recepção no Centro Dia, no Conjunto dos Professores, unidade destinada a dar assistência às famílias com crianças vítimas de microcefalia. Por uma hora, Michelle Bolsonaro conheceu de perto os clientes do Centro e toda a estrutura disponibilizada para atendimento de famílias de Campina e de várias partes do Estado.

O vice-prefeito Enivaldo Ribeiro (Progressita), as secretárias Luzia Pinto (Saúde) e Iolanda Barbosa (Educação), além de deputados e vereadores, também participaram da recepção. “Estou encantada”, resumiu Michelle Bolsonaro com o que pode testemunhar, principalmente após o contato com um grupo de mães assistidas pelo Centro Dia.

Encontro emocionante

A segunda parte da visita da primeira-dama e do ministro foi ao Centro Especializado de Reabilitação (CER), no bairro de Bodocongó. A unidade, antiga AACD, foi municipalizada pelo prefeito Romero Rodrigues em 2017 e se transformou em referência na Paraíba. Atualmente, conta com 2.169 pacientes cadastrados, dois quais 800 são de Campina Grande.

Os demais pacientes são oriundos de todas as áreas do Estado, como Sertão, Curimataú e Cariri. Com mais de 60 especialistas trabalhando na unidade, o governo municipal atende crianças com deficiência em setores como enfermagem, fisioterapia, psicologia, serviço social, medicina, nutrição e pedagogia. São atendidas, por exemplo, 78 crianças autistas, além das portadoras de outros problemas de saúde.

Tarde. Em clima de muita emoção, como foi definido pela própria Michelle Bolsonaro, duas famílias assistidas pelo Programa Criança Feliz foram visitadas. A primeira-dama, junto com a comitiva, foi recebida pela família de Sara e seu filho Daniel, de 2 anos, que recebem semanalmente a assistência do Programa Criança Feliz.

Já na segunda visita da tarde, na rua Arnaldo Albuquerque, no Alto Branco, a recepção do jovem Leryston Matheus, de 21 anos de idade, foi pra lá de emocionante. A primeira-dama foi às lágrimas ao abraçar o garoto e receber o abraço da família. Leleu Guerreiro, como é carinhosamente conhecido, sofre de uma doença rara – a epidermolise bolhosa.

Durante cerca de 30 minutos, acompanhada do prefeito Romero Rodrigues e da primeira-dama da cidade, Micheline Rodrigues, além da secretária Eva Gouveia, da Semas, Michelle Bolsonaro continuou se emocionando com os relatos elogiosos dos assistidos ao Criança Feliz. Ela e o ministro Osmar Terra se comprometeram em reforçar o empenho do Governo Federal para ampliar os atendimentos do programa.

Referência nacional, o projeto executado em Campina Grande pela Secretaria de Assistência Social do município foi bastante elogiado pelo ministro Osmar Terra.

Relacionadas