terça, 16 de julho de 2019
Política
Compartilhar:

Manoel Ludgério quer Romero Rodrigues no PSD

André Gomes / 16 de abril de 2019
Foto: Arquivo Codecom-CG
O deputado estadual e vice-presidente do PSD na Paraíba, Manoel Ludgério, defendeu ontem, durante entrevista ao programa Correio Debate, da 98 FM, o nome do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), para presidir a legenda no Estado. Segundo Ludgério, desde a morte do deputado federal Rômulo Gouveia a sigla ficou órfã de uma liderança com expansão e reconhecimento estadual.

“Desde que Rômulo faleceu, estamos carentes de uma grande liderança que tenha uma expectativa estadual. E a presença de Romero, em se confirmando, vem preencher essa lacuna. Um homem com o porte político de Romero precisa ter um partido em que ele seja seu presidente, que ele possa proporcionar o crescimento da legenda em todo o Estado”, disse o deputado.

Para Ludgério, um partido que quer crescer não pode abrir mão da filiação de um Romero Rodrigues e também não pode abrir mão da disputa de uma prefeitura do porte de Campina Grande.

“Acredito que Romero tem uma expectativa de crescimento no Estado muito forte e na medida que você tem um nome como o do prefeito no PSD, nós estimularemos para a eleição do próximo ano um elenco de candidatos a prefeito com expectativa de vitória. Dessa forma, fortalecemos o partido. Romero deve chegar para fortalecer o PSD, tem uma independência própria”, destacou Manoel Ludério.

O prefeito Romero Rodrigues chegou a confirmar a possibilidade de migrar para o PSD. Durante entrevista em Campina Grande, o gestor disse que tanto o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, quando o ex-senador Raimundo Lira tem insistido muito na filiação.

Romero disse ainda que deve manter uma conversa com o ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB) para definir seu futuro político e a permanência, ou não, no ninho tucano. “Há uma possibilidade, porém, tem que ter um pouco de tempo para tomar essa decisão e se houver, vamos esclarecer à opinião pública quais foram as razões que me levaram a mudança partidária”, disse.

O presidente do PSDB na Paraíba, Ruy Carneiro, disse que ainda conversará com Romero Rodrigues sobre a saída do partido. “Nesses últimos dias eu não tive a oportunidade de conversar com Romero e também com Cássio. O que sei sobre o assunto é pela imprensa. Agora, essas decisões de mudança partidária, elas são muito de cunho pessoal. Dessa forma fica difícil comentar sem ter falado com o prefeito. O PSD é um partido irmão, mas logicamente presença de quadros qualificados como Romero no PSDB são de extrema importância”, disse.

Resgate

PSD sente a falta de uma liderança estadual, desde o falecimento do deputado Rômulo Gouveia.

Relacionadas