quarta, 25 de novembro de 2020

Política
Compartilhar:

Liderança da oposição deve ficar com Daniella Ribeiro ou Bruno Cunha Lima

Alexandre Kito / 29 de janeiro de 2016
Foto: Arquivo
A liderança do bloco de oposição na Assembleia Legislativa vai ficar entre os deputados Daniella Ribeiro (PP) e Bruno Cunha Lima (PSDB).

A bancada decidiu pelo acordo de mudança do líder a cada ano do mandato, em reunião na quarta-feira, e marcou um novo encontro para decidir entre os dois parlamentares. O encontro desta semana também serviu para definição de ações do grupo no retorno aos trabalhos da Casa, a partir da próxima terça-feira.

Segundo o atual líder, Renato Gadelha (PSC), a bancada volta a se encontrar no dia 16 de fevereiro para definir qual dos dois deputados deve assumir o comando do bloco.

O líder destacou que ambos disponibilizaram os nomes sem nenhum ‘atrito’, mas que decidiram por uma segunda reunião porque quatro integrantes do grupo não puderam comparecer à primeira discussão. Ele afirma que a decisão final deve ser com o consentimento de todos os 14 parlamentares.

Alguns deputados sugeriram manter Renato por mais um ano na liderança da oposição, mas o líder explicou que só aceitaria caso a definição fosse feita por unanimidade entre os oposicionistas.

Ele alega que prefere manter o acordo de rodízio, pois o ano eleitoral pode trazer dificuldades, já que o mesmo pretende trabalhar durante as eleições municipais. Gadelha vai apoiar prefeito de mais de 10 municípios e dividirá as ações no Poder Legislativo com visitas a cidades como Sousa, Esperança, Mamanguape, Lastro, entre outras.

A reunião contou com a presença de Bruno Cunha Lima, Daniella Ribeiro, João Henrique (DEM), Arnaldo Monteiro (PSC), Camila Toscano (PSDB), Tovar Correia Lima (PSDB), Dinaldinho Wanderley (PSDB), Raniery Paulino (PMDB), Zé Aldemir (PEN), além de Gadelha.

Leia mais no Jornal Correio da Paraíba.

Relacionadas