terça, 13 de novembro de 2018
Política
Compartilhar:

Líder da bancada governista, Hervázio apoia Galdino para presidir ALPB

André Gomes e Adriana Rodrigues / 11 de outubro de 2018
Foto: Reprodução
O deputado líder da bancada do governador Ricardo Coutinho (PSB) na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Hervázio Bezerra (PSB), disse nessa quarta-feira (10) que a nova formação da Casa para a próxima legislatura contará com cerca de 26 deputados dando sustentação ao governo de João Azevêdo (PSB). Sobre a eleição para a formação da nova Mesa Diretora, Hervázio que foi eleito no último domingo, declarou seu voto para a candidatura de Adriano Galdino.

“Sobre a constituição da nova Assembleia eu me arrisco a dizer que chegaremos a 25 ou 26 deputados até o dia primeiro de fevereiro. Para a eleição da Mesa contaremos sim com essa maioria expressiva de parlamentares porque já existe sinalização nesse sentido. A vitória de João aponta nesse sentido. Não adianta ser sozinho e querer remar contra a maré. A Paraíba passa por um grande momento e as urnas deram uma lição, deram uma resposta”, destacou Hervázio durante entrevista ao programa radiofônico Correio Debate, da 98 FM.

O socialista revelou ainda que já recebeu alguns telefonemas de deputados que também planejam disputar a presidência da Casa. “Alguns já se insinuando e outros mais diretamente. Eu não escondo de ninguém a amizade que tenho com Adriano Galdino e tenho motivos para isso. Esse é um amigo irmão e que já se lançou candidato. Já ajudei desde a eleição passada na condição de suplente e ajudarei mais uma vez”, disse.

Hervázio garantiu que se depender dele, Galdino voltará a comandar o Poder Legislativo. “Estou dizendo que se depender de mim Adriano voltará a ser presidente da Casa, mas não depende de mim porque tenho apenas o meu voto. Essa é uma decisão que vai ser tomada de forma colegiada.

De olho em 2020. O deputado Bruno Cunha Lima (SD) que tentou uma vaga na Câmara Federal nas eleições deste ano, mas com 44.143 votos não conseguiu ficar entre os 12 deputados federais que compõem a bancada paraibana, disse que o resultado não o deixou frustrado. Ele disse ainda que não descarta disputar a prefeitura de Campina Grande em 2020. A entrevista foi concedida à rádio 98 FM.

“Pode sim ser uma alternativa (disputar a prefeitura). Eu não vou negar. Eu sempre disse que o jogador de base quando entra para jogar num time, de qualquer cidade pequena, ele sonha em jogar na seleção brasileira e acho que qualquer político que se preze tem o desejo de governar sua cidade”, afirmou.

Relacionadas