quinta, 18 de abril de 2019
Política
Compartilhar:

José Ricardo Porto é eleito membro efetivo do TRE-PB a partir do 2º turno

Adriana Rodrigues / 20 de setembro de 2018
Foto: Assuero Lima
O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) terá novo comando no segundo turno das Eleições 2018. O desembargador Romero Marcelo da Fonseca, presidente da Corte Eleitoral, deixará o cargo no próximo dia 20 de outubro, quando será encerrado o seu biênio como integrante do Tribunal.

Para o seu lugar, o Pleno do Tribunal de Justiça (TJPB), escolheu, por unanimidade, o desembargador José Ricardo Porto foi escolhido, na condição de membro efetivo, na categoria de desembargador.

Com a mudança, o futuro membro da Corte Eleitoral deverá passar à condição de vice-presidente e corregedor a partir a partir de 20 de outubro, e o atual vice-presidente e corregedor, desembargador Carlos Martins Beltrão Filho, assumirá à Presidência e ficará responsável pelo 2º turno das Eleições no Estado, se houver.

A escolha aconteceu ontem, à tarde, na sessão administrativa do Pleno do TJPB, quando o desembargador Ricardo Porto colocou o seu nome para concorrer ao cargo de desembargador do TRE e foi votado pelos 18 membros do Pleno.

O desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos não participou da votação, por estar impedido, em razão de decisão monocrática proferida pelo conselheiro Henrique Ávila, nos autos de pedido de providência do Conselho Nacional de Justiça.

Após a votação, o desembargador José Ricardo Porto agradeceu aos membros da Corte e falou do seu contentamento em ter o nome acolhido por todos os colegas. “Essa escolha unânime é um motivo de satisfação para mim. Deus está nos dando à oportunidade de trabalharmos unidos no Tribunal Regional Eleitoral. Muito obrigado”, afirmou.

José Ricardo Porto disse que a escolha para a atuar como membro efetivo do TRE-PB, pelos próximos dois anos, aumenta ainda mais suas responsabilidadeS e ao mesmo tempo o deixa muito honrado de poder voltar a atuar, de forma efetiva na Corte Eleitoral paraibana, e seguindo uma tradição de sua família.

“Já integrei aquela Corte especializada por três biênios, na condição de membro integrante da advocacia. Meu Pai Sylvio Porto, já foi presidente do TRE. Meu irmão, Silvio Pelico Porto Filho, também foi integrante do TRE. Sem dúvida nenhuma será um encontro telúrico e que irei honrar, as tradições de independência, imparcialidade e altivez, em todos os julgamentos, e nas minhas manifestações perante aquela Corte, integrada por pessoas competentes, capacitadas, que estão fazendo justiça, com muita eficiência nas Eleições”, declarou o desembargador.

Integram também a Corte Eleitoral, na categoria de desembargador, além de Beltrão Filho e Porto, Oswaldo Trigueiro do Valle Filho.

Relacionadas