quinta, 21 de janeiro de 2021

Política
Compartilhar:

João Pessoa tem ilhas de escuridão e problemas espalhados por toda a cidade

Adelson Barbosa dos Santos / 13 de maio de 2017
Foto: Divulgação
Se for verdade o que dizem os vereadores de João Pessoa- de situação e de oposição- em requerimentos apresentados na Câmara Municipal, a cidade está repleta de ilhas de escuridão, ruas de terra na poeira e na lama, esgotos a céu aberto, mato e problemas ambientais e de trânsito, além da sensação de insegurança, entre outros.

De um total aproximado de 1.200 requerimentos e indicações apresentados pelos 27 vereadores de João Pessoa e aprovados entre as sessões dos dias 9 de março e 11 de maio, 80% pedem pavimentação (calçamento), melhoria na iluminação, coleta de lixo nas ruas, capinagem, pinturas nas lombadas físicas, tapa-buracos, implantação de câmeras de monitoramento e construção de esgotos.

Os problemas estão em todas as áreas da cidade e se estendem do Bessa, Bairro de classe média localizado no litoral norte, ao Alto do Mateus, onde moram pessoas de menor poder aquisitivo, na região oeste da cidade; dos bairros universitários como Castelo Branco e Bancários, aos bairros mais pobres como Cruz das Armas, Indústrias e João Paulo II; de Mangabeira, o maior bairro da Capital, aos bairros da Torre, Cuiá, Valentina e Gramame, englobando todo o núcleo urbano da Capital.

Quem vai à Câmara Municipal de João Pessoa as terças, quartas e quintas-feiras e tem acesso às pautas das sessões ordinárias acha vai constatar a realidade vista pelos vereadores que frequentam os bairros de maneira contínua na busca da manutenção dos redutos eleitorais. Diariamente são votados requerimentos que pedem ao prefeito providências em relação à iluminação.

Lixo no Alto do Mateus

Segundo Raissa Lacerda, as ruas do Aldo do Mateus estão, quase todas, na escuridão, o que proporciona insegurança para os moradores, principalmente para as mulheres que trabalham e estudam no período da noite.

Como se não bastassem os requerimento de Raissa, Damásio Franca Neto (PP) e João Corujinha (PSDC), outros aliados do prefeito, também apresentaram vários pedidos de melhoria na iluminação, assim como o oposicionista Eduardo Carneiro (PRTB). Só Corujinha apresentou mais de 20 pedidos de coleta de lixo nos bairros do Alto do Mateus, Valentina, Costa e Silva, Ernani Sátiro, Expedicionários e Gramame

Damásio quer providências da Prefeitura para as ruas Rangel Travassos e Cristovão da Silva Brandão, nos bairros do Rangel e Altiplano Cabo Branco. O vereador Bosquinho (PSC) quer a mesma providência para as ruas Aloysio da Costa Machado, Gilvan Rolim de Brito Júnior, Geraldo Marques Azevedo, Moacir Rocha de Mendonça- todas no bairro do Bessa- e Américo Falcão, no centro da Cidade. Bosquinho apresentou na Câmara requerimentos pedindo providências à Prefeitura em relação a problemas de drenagem em várias ruas.

Pavimentações e podas. Apenas a vereadora Raissa Lacerda- aliada do prefeito Luciano Cartaxo- apresentou este ano mais de 40 requerimentos solicitando o que ela chama de melhoria na iluminação de inúmeras ruas da cidade.

Adversário do prefeito, o vereador Bruno Farias apresentou este ano mais de 200 requerimentos solicitando pavimentação para ruas de chão batidos que, nesta época do ano, se transformam em lamaçais e poças de água por causa das chuvas. Para cada rua, ele apresentou um requerimento pedindo que a Prefeitura tome providências e mande pavimentá-las.

Capinagem de ruas é outro problema constante e quase todos os vereadores apresentam requerimentos, semanalmente, solicitando providências ao Poder Público. Chico do Sindicato (Avante) apresentou pelo menos umas quatro dezenas de requerimentos solicitando à Prefeitura poda de árvores, calçamento, coleta de lixo das ruas, capinagem, pinturas de lombadas, entre outros. O Bispo José Luiz (PRR) foi no mesmo caminho.

No âmbito estadual, o pedido de providências campeão diz respeito à segurança pública. Pelo que pedem os vereadores, há uma sensação de insegurança na Capital da Paraíba. Por isso, pedem uma presença mais efetiva da Polícia Militar nas ruas. São dezenas de requerimentos neste sentido encaminhados à Polícia Militar.

E na mesma linha de segurança, desta feita no trânsito, dezenas de requerimentos pedem à Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) a instalação de câmeras de monitoramento em ruas de vários bairros. As câmeras têm duas utilidades: monitoram o trânsito e gravam toda a movimentação nas ruas, o que pode inibir assaltantes.

Leia Mais

Relacionadas