sexta, 04 de dezembro de 2020

Impeachment
Compartilhar:

Senadores paraibanos votam sim pelo julgamento final do impeachment

Redação com Agência Brasil / 10 de agosto de 2016
Foto: Agência Senado
Os três senadores paraibanos votaram sim para que o processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT) vá a julgamento final. Cássio Cunha Lima (PSDB), José Maranhão e Raimundo Lira, ambos do PMDB, estavam presentes na votação iniciada ontem (09) e só finalizada na madrugada de hoje (10). Eles estão entre os 59 senadores que levaram a petista a virar ré neste processo.

Entre os 21 que votaram não estão nove senadores nordestinos, sendo dois de Pernambuco, dois do Piauí, um do Rio Grande do Norte, um do Ceará e três da Bahia.

VEJA AQUI COMO VOTOU CADA SENADOR

Falaram pela aprovação do parecer Simone Tebet (PMDB-MS) e Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) e, contra, os senadores Humberto Costa (PT-PE) e Jorge Viana (PT-AC). Para o senador Humberto Costa, o parecer é falho. “É absolutamente falho esse relatório no sentido de demonstrar que essas pedaladas fiscais possam representar crime de responsabilidade por serem operações de crédito. Por último, os decretos. Aqui já foi absolutamente demonstrado que o fato dos decretos terem sido editados, não houve alteração da meta fiscal, porque a meta fiscal se mede anualmente. E, no final do ano, ficou novamente comprovado que a meta foi cumprida”.

Em sua defesa do parecer, o senador Cássio Cunha Lima disse que o tema está sendo debatido, discutido e analisado há quatro meses. “Não serão em cinco minutos que vamos mudar a posição de nenhum dos senadores, de nenhuma das senadoras. Todos já estão com suas convicções firmadas, e a maioria já manifestada, há poucos instantes conclui pela prática do crime de responsabilidade, porque, sim, a presidente Dilma Rousseff cometeu crime de responsabilidade”.

Relacionadas