segunda, 18 de janeiro de 2021

Impeachment
Compartilhar:

Cássio chama de má fé questões de ordem apresentadas na sessão do impeachment

Redação / 11 de maio de 2016
Foto: Reprodução
O senador paraibano, Cássio Cunha Lima, líder do PSDB no Senado, chamou de má fé e de tentativa de procrastinação as questões de ordem impetradas por parlamentares da bancada governista. O tucano foi rebatido por Paulo Rocha (PT-PA).

"Há  mais de uma hora o governo não faz outra coisa que não seja procrastinar. Senadores de primeira e segunda categoria antecipando a ação do mérito, anunciando de forma prévia litigância de má fé ao dizer que vão recorrer ao STF por questões já definidas pelo STF.  Eles tomam a paciência do povo brasileiro que há tempo acompanha essa sessão. é uma postura desleal, um truque. Apelo que possamos iniciar em respeito ao povo que acompanha", disse Cássio.

Para Paulo Rocha, o trâmite está dentro da legalidade. "Não estamos procrastinando, estamos cumprindo um papel. Toda sessão cabe questão de ordem. Nós também estamos lincados às questões do povo, não só os partidos de oposição. Estamos defendendo nossa história", falou.

Relacionadas