quinta, 04 de março de 2021

Política
Compartilhar:

Homenagens para Mariz: familiares lançam programação para lembrar o político

Adelson Barbosa dos Santos / 12 de setembro de 2015
Foto: Arquivo
A família Mariz e a Fundação Ulysses Guimarães (FUG), ligada ao PMDB, elaborou programação alusiva aos 20 anos da morte do ex-governador, ex-senador e ex-deputado federal Antônio Mariz. Rotulado na política paraibana com o “exemplo de ética”, Antônio Marques da Silva Mariz nasceu em João Pessoa no dia 5 de dezembro de 1937 e morreu no exercício do cargo de governador, na noite de 16 de setembro de 1995. Vítima de um câncer, ele morreu na Granja Santana, a residência oficial dos governadores, oito meses depois de ter assumido a gestão estadual. O então vice-governador, José Maranhão, assumiu o cargo.

Familiares reuniram a imprensa, ontem, na sede da FUG, na Avenida Duarte da Silveira, em João Pessoa, para reforçar a divulgação da programação, que constará de três sessões especiais entre os dias 15 e 17, para lembrar a memória e destacar a importância de Antônio Mariz para o Estado da Paraíba nas condições de promotor de Justiça, prefeito do município de Sousa, deputado federal por quatro vezes, senador e governador.

Início da carreira no MP

A primeira homenagem, dia 15, será no auditório da Procuradoria-Geral da Justiça, a partir das 10h. A homenagem da Procuradoria se dará pelo fato de Mariz ter sido o primeiro membro do Ministério Público a ser governador da Paraíba. O tema da discussão: “A trajetória de Mariz nos mundos jurídico, político e cultural”.

No dia 16, a Assembleia Legislativa da Paraíba realizará sessão solene em homenagem a Antônio Mariz. A propositura aprovada por unanimidade foi apresentada pelo deputado estadual Gervásio Maia Filho, primo do ex-governador.

A sessão será a partir das 15h. Mariz era primo do ex-governador João Agripino, pai do ex-deputado Gervásio Maia e avô do deputado Gervásio Filho.

No dia 17, a homenagem será no Senado Federal, em Brasília, onde Mariz exerceu mandato entre 1º de fevereiro de 1991 e 1º de janeiro de 1995.

A homenagem no Senado foi proposta pelo senador José Maranhão (PMDB), presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Casa. A propositura de Maranhão foi subscrita pelos senadores Raimundo Lira (PMDB) e Cássio Cunha Lima (PSDB). Os três senadores paraibanos foram aliados de Antônio Mariz.

O presidente da FUG, deputado Raniery Paulino, disse que Mariz será eternamente lembrado pelo PMDB da Paraíba.

Leia mais no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas