quarta, 17 de julho de 2019
Política
Compartilhar:

Governador Ricardo Coutinho quer encontro com o prefeito de João Pessoa

Alexandre Kito / 12 de dezembro de 2017
Foto: RAFAEL PASSOS
Ricardo Coutinho (PSB) afirmou nessa segunda-feira (11) que convidou o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), e representantes do grupo Ferreira Costa para debater e resolver o embargo da obra do empreendimento, através da Prefeitura da Capital, que deixou de gerar, segundo o socialista, em torno de 500 empregos na Paraíba. O gestor disse que a reunião foi marcada para a próxima quinta-feira.

Ricardo Coutinho culpou a administração municipal pelo entrave e disse que até o momento não entendeu os motivos que levaram a empresa a desistir de se instalar no Estado. Porém a desistência se deu depois que a licença foi cassada e aplicada uma multa por parte da Prefeitura de João Pessoa (PMJP). “A Paraíba não pode, numa crise como essa, perder esse tipo de investimento. Eu que fui o responsável por recebê-los, por atrair o grupo, os convidei e também estou convidando o prefeito, o senhor Cartaxo, para estar presente à reunião, porque eu tenho impressão, suponho eu, que é de uma responsabilidade e talvez de uma vontade que um grupo desse se instale aqui”, ressaltou o governador.

A instalação do empreendimento na Paraíba representa um investimento de R$ 120 milhões. A obra seria entre João Pessoa e Cabedelo. Também devem ser convidados a Câmara de Dirigentes Lojistas, Ministério Público entre outras entidades e instituições.

“É preciso que a gente tenha transparência e trabalhe para superar os problemas e as adversidades. Eu estou disposto a fazer isso, vou receber a empresa e gostaria muito de receber o prefeito de João Pessoa, já que o município foi o autor da ação da paralisação do empreendimento, bem como receber Ministério Público e outras instituições e entidades, para viabilizar o empreendimento”, explicou o socialista.

Relacionadas