segunda, 21 de setembro de 2020

Política
Compartilhar:

Relator da Lava Jato, ministro Teori Zavascki morre em acidente aéreo

Redação com agências / 19 de janeiro de 2017
Foto: Divulgação
O ministro do supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, morreu nesta quinta-feira (19), na queda de um avião de pequeno porte no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pelo filho dele Francisco Zavascki nas redes sociais. Além do ministro, outras três pessoas foram vítimas do acidente. Teori era o relator do processo da Lava Jato, que investiga suposto esquema de lavagem de dinheiro que envolve a Petrobras e empreiteiras.

"Caros amigos, acabamos de receber a confirmação de que o pai faleceu! Muito obrigado a todos pela força!", informou Francisco nas redes sociais.

Moradores da região disseram que chovia muito no momento da queda. A aeronave pousaria em Paraty e caiu perto da Ilha Rasa, a dois quilômetros da cabeceira da pista.

Pelo menos 50 militares da Marinha do Brasil, em três embarcações, foram envolvidos nas buscas pelos corpos.

O avião prefixo PR-SOM era um modelo Hawker Beechcraft King Air C90 e pertencia ao grupo Emiliano Empreendimentos e decolou às 13h01 do Campo de Marte, em São Paulo com destino a Paraty. a aeronave caiu próximo à Ilha Rasa, a 2 km de distância da cabeceira da pista do aeroporto da cidade do Rio de Janeiro.

A Anac informou que a documentação da aeronave estava regular. O certificado era válido até abril de 2022, e inspeção da manutenção (anual) válida até abril de 2017.

Lava Jato

Teori era relator dos processos da Lava Jato desde março de 2015, quando o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao STF uma lista com 47 nomes de políticos, que possuíam foro privilegiado, suspeitos de envolvimento no esquema de corrupção da Petrobras.

Um ano depois, o ministro virou alvo de manifestações em frente à sua própria casa em Porto Alegre, por causa de uma decisão no processo da Lava Jato. O ministro foi chamado de "pelego do PT" após pedir ao juiz Sergio Moro que enviasse ao STF as investigações que envolvessem o ex-presidente Lula na Lava Jato. A decisão foi tomada após Moro divulgar diálogos telefônicos de Lula, entre eles uma conversa com a então presidente Dilma Roussef.

Em 5 maio de 2016,  após a Câmara aprovar a abertura do processo de impeachment de Dilma, Teori determinou o afastamento do presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) do mandato de deputado federal.

Sobre Teori

Teori Zavascki tomou posse como integrante da mais alta corte do país em 29 de novembro de 2012. Seu nome foi indicado dois meses antes pela então presidente Dilma Rousseff para ocupar o vaga aberta pela saída de César Pelluso.

Zavascki foi o terceiro ministro nomeado por Dilma Rousseff para a Suprema Corte, depois de ministros Luiz Fux e Rosa Weber. O ministro teve seu nome aprovado pelo plenário do Senado  com 57 votos favoráveis e 4 contrários. Ele havia sido indicado para o cargo em 12 de setembro daquele ano.

Relacionadas