domingo, 09 de dezembro de 2018
Política
Compartilhar:

Ex-prefeitos e empresários já fazem campanha para 2020

Adelson Barbosa / 28 de janeiro de 2018
Foto: Divulgação
No interior da Paraíba, ex-prefeitos, empresários e profissionais liberais articulam candidaturas a prefeito no rastro da campanha para deputado. Eles pegam carona na pré-campanha parlamentar objetivando projetar seus nomes para prefeito em 2020. Festas de padroeiros se transformam em “palanques” de uma campanha que só acontecerá daqui a dois anos. Vale tudo para aparecer.

Em Junco do Seridó, na festa de Santo Onofre (recentemente), uma galinha assada foi arrematada pelo deputado estadual Antônio Mineral (PSDB) por R$ 800,00. Ele não quis deixar a galinha com os adversários do prefeito Kleber Fernandes, candidato à reeleição em 2020. Kleber foi eleito com o apoio do tio, Cosme Simões, com quem rompeu recentemente por causa da campanha de deputado. Enquanto ele segue Mineral, o tio acompanha o deputado Buba Germano (PSB).

Em Catingueira, o leilão de galinha assada rendeu R$ 1,1 mil em um dia e R$ 4,1 mil no dia seguinte em ambiente repleto de políticos na festa de São Sebastião.

Quem saiu lucrando foi a paróquia, que nunca recebeu tanto dinheiro. Um galeto assado custa R$ 13,50 na região. Os R$ 4,1 mil do galeto arrematado pelo empresário Suélio Félix, que pensa em ser candidato a prefeito, dariam para comprar mais de 300 galetos assados.

Demonstração de prestígio e poder

Mesmo com a crise econômica que os prefeitos alegam enfrentar, os políticos começam a brigar por espaços na campanha de 2020. A mesma coisa estão fazendo empresários bem sucedidos em suas cidades, no Estado e até fora da Paraíba.

Por enquanto, eles tentam mostrar prestígio e poder econômico, de carona na campanha para deputado. Uma amostra bem explícita ocorre em Catingueira, na região de Patos.

A demonstração pública aconteceu na festa de São Sebastião, no período de 18 a 20 de janeiro. O primeiro dia da festa atraiu vários políticos e empresários. Estavam lá o prefeito Odir Borges (MDB), médico e candidato à reeleição. Estava com o deputado Nabor Wanderley, em campanha pela manutenção de sua vaga na Assembleia.

Também estavam lá o deputado federal Wellington Roberto (PR), que busca a reeleição. Na companhia de dele, estavam o ex-prefeito Edvan Félix, junto com o vice-prefeito Geraldo Demésio (conhecido como Geraldo de Zequinha) e o presidente Municipal do MDB, Josivan Marques (conhecido como Ministro). Em outra mesa, estava o empresário Temósteles Luiz Soares.

Leilão para São Sebastião

Como chamar a atenção do público eleitor presente na festa de São Sebastião? O caminho foi o leilão de galinhas assadas. O leilão corria solto e o grupo do prefeito se preparava para dar mais um lance e arrematar a galinha na noite do dia 18 de janeiro.

Mas o empresário Temósteles Luiz Soares, que tem pretensões políticas no município, ofereceu R$ 1,1 mil pela galinha. Ele é aliado do prefeito, mas estava em uma mesa sozinho.

A ausência do vice-prefeito Geraldo de Zequinha e do presidente do MDB, Ministro, na mesa de Odir e Nabor é uma indicação do racha no grupo emedebista que foi vitorioso nas últimas eleições municipais. É sinal de que Zequinha e Ministro devem tomar outro caminho em 2020 e já preparam terreno para isso. As pessoas presentes na festa ficaram admiradas com o arremate da galinha por R$ 1,1 mil. Mas o dia seguinte reservava uma galinha ainda mais cara. Os políticos da noite anterior estavam quase todos no mesmo local. Só que dois empresários que se interessam pela política local entraram em cena. São eles Suélio Félix, dono de cinco restaurantes em São Paulo, e Aderbal Félix, dono de três restaurantes na mesma cidade.

O lance da galinha começou em R$ 250,00. E foi aumentando até que chegou a R$ 4 mil na boca de Aderbal Félix. Mas Suélio não se conteve e decidiu comer a galinha junto com o ex-prefeito Edvan Félix e o presidente municipal do MDB, Josivan Marques, conhecido como Ministro: por R$ 4,1 mil, Suélio arrematou a galinha.

Edvan Félix já apresenta 2 nomes

O ex-prefeito Edvan Félix já disse, na cidade de Catingueira, que quer ter, na campanha de 2020, como seu candidato a prefeito, para enfrentar Odir Borges, o empresário Suélio Felix ou o aliado conhecido como Ministro. A decisão virá mais adiante. Por outro lado, o prefeito Odir Borges já se declarou candidato à reeleição e procura um vice, que pode ser o também médico Antonio Fernandes Brunet, conhecido como Dr. Vivino, quer pertence ao grupo do ex-prefeita Zuila Pires, viúva de Paulo Montenegro Pires, ex-presidente do Tribunal Regional do Trabalho (13ª Região) da Paraíba (TRT).

O quadro político nos municípios de Catingueira e Junco do Seridó é muito perecido com o cenário de outros pequenos municípios da Paraíba.

Rompimento à vista

No município de Princesa Isabel, o vice-prefeito Aledson Moura (PSB) está praticamente rompido com o prefeito Ricardo Pereira (PSB). Isto porque Aledson é candidato a deputado estadual e não terá o apoio de Ricardo Pereira, que prefere um nome de fora da cidade.

Mas outro Pereira já se aproximou do vice-prefeito: o ex-prefeito Tiago Pereira, ex-aliado do atual prefeito e hoje ferrenho adversário do mesmo. Aledson postou em redes sociais foto ao lado de Tiago Pereira, sobrinho do ex-deputado Aloysio Pereira, que apóia o prefeito Ricardo Pereira.

Outra baixa no grupo do prefeito de Princesa Isabel: o ex-candidato a vereador conhecido como Gabriel Sonhador, filiado ao Avante (Ex-PT do B) do deputado Genival Matias, anunciou apoio à candidatura do advogado Sidney Filho (PSDB), filho do ex-prefeito José Sidney e da ex-deputada Flora Diniz. Sidney Filho articula outras adesões à sua candidatura a prefeito em 2020.

Relacionadas