sexta, 19 de abril de 2019
Política
Compartilhar:

Ricardo Coutinho defende ex-secretária presa por corrupção

André Gomes / 20 de março de 2019
O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) aproveitou um evento do Governo do Estado, realizado nessa terça-feira (19), em João Pessoa, para defender o legado do PSB a frente da gestão da Paraíba e se solidarizar com a ex-secretária Livânia Farias, presa no último sábado, e com nova ordem de prisão na segunda-feira (18), dentro da Operação Calvário que investiga suposto esquema criminoso acusado de desvios de recursos públicos na área da saúde.

“Nesse governo aqui ninguém solta a mão de ninguém. Não nos intimidarão. Nós não temos medo desta campanha de difamação que fazem contra o governo e contra pessoas na internet. Nós já assistimos a esse filme no Brasil. Eu não falo isso para alguém em específico, eu não falo sequer explicando aquilo que uma companheira de luta, a ex-secretária Livânia, porque eu não tenho procuração dela, e ela saberá explicar. O que eu falo aqui é uma demonstração de solidariedade, mas uma solidariedade pelo estado democrático de direito, apenas isso”, destacou Ricardo.

Na defesa ao seu governo, o socialista disse que no meio de todas as turbulências, qualquer um pode perceber que no Hospital de Trauma não tem nenhuma maca retida, perceber o denodo, o compromisso com que os funcionários trabalham atendendo cada um dos que necessitam de atendimento. Conforme Ricardo, não existe uma acusação sobre isso.

“Mas parece que querem simplesmente desestruturar esse Estado. Talvez alguns tenham inveja daqueles estados que nem a folha de pessoal conseguem mais pagar. Talvez alguns pelo fato de tão terem as ideias para sensibilizar o povo desse estado, estejam querendo exclusivamente a turbulência para que possam surgir como salvadores de uma pátria que eles destruíram”, observou.

Para Ricardo, o que vale no Brasil de hoje não é a verdade a escutar e sim a espetacularização, a destruição do caráter da pessoa, a execração pública, a condenação prévia, porque, de acordo com ele, quando chegar a hora do julgamento, essa pessoa já estará condenada.

O ex-governador também mandou um recado para seus opositores. “Eles tiveram a oportunidade de governar este Estado e o dinheiro não aparecia para o povo, para nada. Está aqui a nação potiguara e eles sabem o que eu estou dizendo. O povo sabe o que eu estou dizendo. Eles não governaram este Estado porque só tinham interesses pessoais ou de grupos”, afirmou.

Mais à frente o socialista lembrou do processo eleitoral que elegeu João Azevêdo governador da Paraíba. “Não há de ter terceiro turno porque João ganhou no primeiro e não houve sequer segundo turno. A maior vitória que a Paraíba já deu a um governador. O governador da Paraíba se chama João Azevêdo e este governo é honrado”, afirmou.

Ricardo acredita que a verdade aparecerá e ao mesmo tempo o Estado continuará a avançar.

“Isso é que é fundamental. Todos aqueles que têm compromisso com a Paraíba estão sendo conclamados, mais que isso, convocados para dar as mãos e proteger o nosso Estado. Não vamos permitir que nenhum tipo de irresponsabilidade coloque em risco tantas coisas positivas que colocam a Paraíba como orgulho nesse País. Podem dizer para aqueles frustrados por tantas e sucessivas derrotas , os que tem inveja da produtividade do governo de João Azevêdo, que esperam a próxima, pois perderão novamente”, finalizou o ex-governador.

Prisão

Livânia Farias está recolhida na 6ª Companhia da Polícia Militar, em Cabedelo.

Relacionadas