quinta, 19 de outubro de 2017
Política
Compartilhar:

Esposa de Veneziano deixa a Funasa, mas sai do cargo elogiando governo do PT

Adriana Rodrigues / 30 de março de 2016
Foto: Assuero Lima
Depois de quatro anos e quatro meses à frente da Superintendência da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), a advogada Ana Claudia Vital do Rêgo, esposa do deputado federal Veneziano Vital do Rego (PMDB), foi a primeira peemedebista a oficializar a saída do cargo federal na Paraíba após a confirmação do rompimento político do PMDB com o Governo da presidente Dilma Rousseff (PT), mas lamentou a ruptura do projeto que estava em curso.

Em entrevista no início da tarde desta quarta-feira (30) ao programa Correio Debate, da Rádio 98 FM/Correio Sat, Ana Cláudia afirmou que tinha a obrigação de seguir a decisão do partido e que segundo ela, só o tempo irá dizer se foi acertada ou não.

A ex-superintendente fez questão de registrar e enaltecer a grande preocupação do Governo Federal com as obras de saneamento básico. Segundo ela, tanto o Governo de Lula, quanto o Governo de Dilma investiram muito em ações de saneamento no Brasil e falou sobre as obras que vem sendo realizada pela Funasa em vários municípios paraibanos, dentre elas as destinadas à transposição das Águas do Rio São Francisco.

“A situação de doenças como a zika, que tem matado muito crianças por microcefalia, não está pior por conta dessas ações e desse olhar diferenciado do Governo Federal, que vem garantindo vários investimentos”, comentou, enfatizando que a cada R$ 1 que se investe em saneamento básico, se economiza R$ 4 na área de saúde.

Com a saída da Funasa, Ana Cláudia também está se desincompatibilizando da função pública e poderá se candidatar nas eleições deste ano. Apesar de descartar eventual candidatura, ela  admitiu que seu nome está à disposição para disputar o pleito, caso seja necessário.  Mas garantiu que a pré-candidatura de seu marido a prefeito de Campina Grande está confirmada, até porque a cidade “precisa de pessoas com história”.

“Meu nome, coincidentemente ou não, está à disposição, mas garanto que o nosso candidato, impreterivelmente, é Veneziano Vital do Rêgo, e o futuro a Deus pertence”, declarou.

Outros cargos

Além da Funasa, o PMDB também detinha o comando da Superintendência Federal da Agricultura e da Superintendência Federal da Pesca e Aquicultura da Paraíba, ocupados respectivamente por Lúcio Aurélio Braga Matos e Juscelino Miguel dos Anjos, que até ontem à tarde ainda permaneciam nos cargos. O da Aquicultura e Pesca, conforme informação da secretaria do órgão, colocou o cargo à disposição e estava aguardando a indicação do substituto para repassar o trabalho. Já o da Agricultura permanece trabalhando normalmente.

Relacionadas