quinta, 27 de junho de 2019
Eleições
Compartilhar:

Psol fecha registros de candidaturas a prefeito em JP

Adriana Rodrigues / 09 de agosto de 2016
Foto: Rafael Passos
 

A quarta chapa na disputa pela Prefeitura de João Pessoa nas eleições deste ano foi registrada no início da tarde desta terça-feira (09) pelo PSOL. O partido, que segue com a chapa puro sangue, tendo o apoio do Movimento Raiz Cidadanista e do PCR (legendas em processo de criação), registrou as candidaturas de Victor Hugo, a prefeito, e de Alécio Costa, a vice-prefeito. Também apresentou os registros de 21 candidatos a vereador, sendo 13 homens e oito mulheres.

Os militantes do partido chegaram ao Fórum Eleitoral da Capital em passeata, portando bandeiras do PSOL. De acordo com Victor Hugo, o que diferencia a sua chapa das demais que estão na disputa pela Prefeitura é que seus integrantes e o próprio partido nunca estiveram no poder e o fato de não está envolvido em nenhum escândalo de corrupção. “Os que estão ai, de uma forma ou de outra já estiveram no poder”, comentou.

O candidato a prefeito disse, ainda, que nos últimos 15 anos as complicações na Capital só aumentaram, ao invés de serem resolvidas, e o PSOL que apresentar as soluções para estes problemas e excetuá-las.  Segundo ele, o mais importante no programa de Governo que será apresentado aos pessoenses a partir de 16 de agosto, quando terá início a campanha eleitoral, será a junção de várias ações.

“Segurança tem a ver com educação, educação tem a ver com saúde, saúde tem a ver com mobilidade. A nossa prioridade, em tantas outras, é a questão da mobilidade urbana, porque sabemos que dela se propaga as outras resoluções, da saúde, educação, segurança e assim por diante”, revelou Victor Hugo

O presidente do PSOL na Paraíba, Tárcio Teixeira falou sobre as candidaturas do partido na Capital. Segundo ele, esta será a maior e melhor chapa que a legenda já lançou em João Pessoa.  “Temos um candidato a prefeito que tem o maior alcance do que o próprio PSOL, junto aos servidores públicos, aos movimentos sociais, culturais e outros espaços da sociedade. Nós vamos ter a maior votação da história do PSOL e eleger os primeiros vereadores e vereadoras aqui em João pessoa. Nossa animação é total”, declarou o dirigente.

Teixeira também destacou o fato do PSOL ser o único partido, dos que estão na disputa, que não tem nenhum envolvimento nos processos de corrupção. “ O PSOL não recebeu nem  legal, nem ilegal recurso de empresas envolvidas na Operação Lava Jato. A ética é um dos pontos centrais do PSOL e essa ética vai está caminhando junto nas pautas centrais da cidade, a exemplo da mobilidade urbana e nas propostas que vamos apresentar”, afirmou.

 

Relacionadas