sábado, 05 de dezembro de 2020

Eleições
Compartilhar:

PSC está perto de bater o martelo, afirma Leonardo Gadelha

Damásio Dias / 21 de julho de 2018
Foto: Arquivo
O pré-candidato a deputado federal Leonardo Gadelha (PSC) afirmou que as negociações sobre a celebração de alianças na Paraíba voltam nas próximas horas, mas confirma que a legenda segue no campo das oposições.

Ele e seu pai, o presidente estadual do PSC deputado federal Marcondes Gadelha, estavam envolvidos nos últimos dois dias na definição da candidatura à presidência da República, de Paulo Rabello de Castro, confirmada ontem, em convenção realizada em Brasília.

Leonardo reafirmou que em todas as tratativas com o pré-candidato José Maranhão (MDB) e Lucélio Cartaxo (PV) põem na mesa a confirmação de Manoel Junior como pré-candidato ao Senado. Ele acredita que o anúncio aconteça nos próximos dias, tendo em vista que o prazo de convenções se encerra em 5 de agosto.

O fato de Manoel Junior ser vice-prefeito da Capital o coloca mais próximo de completar a chapa verde, que tem o irmão do prefeito na disputa pelo governo. Gadelha afirmou que José Maranhão é a imagem da austeridade com mais de 50 anos de vida pública absolutamente ilibada. Lucélio encarna a expectativa da população pela renovação do quadro político.

“Nós achamos que é necessário haver alternância de poder para que um Estado, uma País, uma cidade possa dar saltos no processo de desenvolvimento. Temos ainda a expectativa de conquistar espaços proeminentes”, explica. Na opinião de Leonardo um partido só pode ser útil em condições de realizar algo em benefício da sociedade.

Relacionadas