domingo, 17 de janeiro de 2021

Eleições
Compartilhar:

Paraíba pode ter quase 700 candidatos a prefeito nas eleições deste ano

Adelson Barbosa dos Santos / 27 de maio de 2016
Foto: Divulgação
Os cerca de 3 milhões de eleitores da Paraíba vão às urnas, no dia 2 de outubro deste ano, para escolher prefeitos e vereadores. Vão se deparar com mais de 700 candidatos a prefeito, levando-se em consideração uma média de três postulantes por município.

Tendo em vista que muitos municípios terão mais de três candidatos e que todos terão pelo menos dois, é possível que a média de candidaturas aumente para quatro.

Neste caso, a opção de escolha dos eleitores subiria para 892. Para vereador é quase impossível se ter uma projeção de quantos candidatos estarão na disputa. Com certeza, serão mais de 8 mil postulantes, já que mais de 2.185 serão eleitos. A maioria das câmaras tem 9 vereadores. Outras variam entre 10 e 27 vagas. Isso proporciona uma média de 10 eleitos por município.

Mesmo com uma campanha permanente para vereador em todos os municípios, o que mais chama a atenção é a disputa pelas 223 prefeituras do Estado. Em alguns municípios, o eleitor, neste momento de definição de nomes, tem opções de sobra. O maior exemplo é Santa Rita, na Região Metropolitana.

Projeções Eleitoral

Com cerca de 135 mil habitantes, segundo o IBGE, o município de Santa Rita, talvez seja o que mais pré-candidatos a prefeito tem hoje na Paraíba. Levantamento feito pela reportagem do Correio, junto a fontes da política local, aponta que pelo menos 13 nomes estão nas ruas em plena campanha antecipada.

Além da grande quantidade de habitantes e eleitores e do grande número de pretensos candidatos a prefeito, Santa Rita possui uma infinidade de problemas que resultam em grandes bolsões de pobreza e miséria que precisam ser extirpados.

Diferente de outros municípios, opções de voto não faltarão no terceiro maior colégio eleitoral da Paraíba. Alguns desses nomes devem se juntar a outros em coligações. O prefeito Netinho (PR), por exemplo, disputa com o médico Emerson Panta (PSDB) o apoio do senador Cássio Cunha Lima, maior liderança tucana do Estado.

Adones Júnior vai para a disputa com o apoio da família Ribeiro (Enivaldo e Aguinaldo Ribeiro), que comanda o PP na Paraíba. Aurean Lima (PMDB) tem a chancela do senador José Maranhão, presidente estadual do partido.

Dr. Juca (DEM) é médico e tem o aval do ex-senador Efraim Morais, comandante estadual do partido. Como o DEM é aliado do PSB, no plano estadual, é possível uma chama com o deputado estadual Zé Paulo (PSB) na cabeça e Dr. Juca na vice, com apoio do governador Ricardo Coutinho, maior liderança socialista.

Ex-presidente da Câmara, o empresário Ednaldo Edlycia tem a garantia de candidatura pelo PTB dada pelo deputado federal Wilson Filho e pelo seu pai, o ex-senador Wilson Santiago.

Francisco Leôncio, conhecido como Biló (PT) tem o apoio da direção estadual e deve sair sozinho.

Já o vereador Severino farias (PDT) pode seguir com Zé Paulo (PSB) por conta da aproximação dos dois partidos no plano estadual.

Flaviano Quinto é pretenso candidato a prefeito pelo PSC. Se confirmar a pré-candidatura, terá em seu pai, o ex-prefeito Marcus Odilon como maior cabo eleitoral.

O ideal, segundo Quinto de Santa Rita, coimo é conhecido, seria que seu pai fosse o candidato. Mas Marcus Odilon enfrenta algumas pendências na Justiça. Caso as duas hipóteses não se confirmem, é possível que a família Ribeiro Coutinho apoio a pré-candidatura de Zé Paulo.

 

Leia Mais

Relacionadas