terça, 13 de novembro de 2018
Eleições
Compartilhar:

O que pretendem os candidatos para a segurança?

Alyf Santos / 09 de setembro de 2016
Foto: Ilustração Correio/José Flávio
Nesta sexta-feira (o9) o assunto da série de reportagens sobre "o que pretendem os candidatos" é segurança pública. As propostas apresentadas pelos prefeitáveis de João Pessoa e Campina Grande se aproximam em vários pontos prioritários. Quase todos os candidatos pretendem investir em políticas públicas que possam combater o uso de drogas em repartições educacionais no município, combater a violência contra mulher e fortalecer a guarda civil municipal. Os postulantes ao executivo municipal avaliam que é preciso uma articulação entre União, estado e município.

Campina Grande

Adriano Galdino (PSB) – Aprovar legislação municipal com penalidades administrativas severas a estabelecimentos que venderem álcool a jovens e adolescentes; multas e até cassação do alvará de funcionamento; Implantação de um programa municipal de combate à droga e consumo de álcool; Incentivar e auxiliar nos conselhos de segurança de bairro e/ou região: espaço permanente de identificação, análise, encaminhamentos e avaliação; Criação de uma rede de apoio à mulher vítima de violência, com atendimento integral.

Artur Bolinha (PPS) –  Reestruturara Guarda Municipal;  Criar/estruturar Conselho Municipal e Gabinete Gestor de Segurança Pública; Elaborar plano municipal de segurança pública, com parceiros;  Estabelecer parcerias com as Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, STTP e Defesa Civil, visando integrar suas ações;  Empreender campanhas educativas sobre desarmamento, uso de drogas, violência de todos os tipos.

David Lobão (PSOL) – O candidato não apresentou propostas detalhadas referente à esta área em seu plano de governo apresentado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB).

Romero Rodrigues (PSDB) – O candidato não apresentou propostas detalhadas referente à esta área em seu plano de governo apresentado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB).

Veneziano (PMDB) – Ampliação da Central de Monitoramento; Requalificação da Guarda Municipal, ampliando o seu efetivo com a retomada das suas reais funções; Criar o sistema municipal de vídeo monitoramento integrando aos bairros de maior violência; Implementação de projetos como “Vizinho Solidário” com participação da Guarda Municipal em parceria com a população para prevenção da criminalidade.

Walter Brito Neto (PEN) – Distribuição de guardas municipais motorizados ou em bicicletas nos principais pontos de combate à violência; Uso de armamento de fogo e preventivo (arma de choque) para os guardas municipais em mobilidade e fixo; Uso de chips (GPS) ou outros meios eletrônicos de rápida comunicação entre os guardas municipais para solicitação de ajuda de socorro ou suporte do centro de inteligência; Capacitação para os guardas no apoio ao policiamento preventivo.

João Pessoa

Cida Ramos (PSB) – Gestão participativa da segurança pública: proteção, prevenção e participação da população; Prevenção da violência de forma integrada e responsável; Tecnologia a favor da rede protetiva de segurança; Guarda civil municipal cidadã.

Luciano Cartaxo (PSD) - Pensando no bem-estar da população de João Pessoa, ampliaremos os sistemas de vídeo monitoramento em diferentes bairros da cidade, bem como realizaremos treinamentos constantes e dotaremos os guardas civis municipais de equipamento modernos e eficientes. Além da construção de bases comunitárias de proteção ao cidadão, investiremos ainda mais na melhoria da iluminação pública nos bairros com maiores índices de violência.

Professor Charliton (PT) – Criação de uma política de segurança pública e social para a capital, que seja centrada na atuação preventiva, na ampliação das políticas sociais e que siga o princípio do policiamento comunitário; Fortalecimento da Guarda Municipal será decisivo para a ocupação deste novo papel que o município ocupará no escopo de segurança; Ampliar o número de câmeras de vigilância na cidade, conectadas com as câmeras da Semob e órgãos de segurança do Estado.

Victor Hugo (PSOL) – Mapeamento das áreas de maior índice de criminalidade para efetivação de inversão de prioridades no sentido de alocar recursos para execução de obras e implementação de serviços; Elaboração de Plano Municipal Integrado de Segurança Pública, que contemple questões transversais como Educação, esporte, lazer, tendo como foco as políticas voltadas para crianças e adolescentes, com vistas à prevenção desse segmento com drogas; Melhoria da estrutura da Guarda Municipal e da Defesa Civil, inclusive das questões salariais dos servidores desses órgãos.

 

Relacionadas