quinta, 21 de janeiro de 2021

Eleições
Compartilhar:

De olho na vaga de vice, PSL, DEM e PPS mandam representantes para reunião do PSB

Nice Almeida com informações de Alexandre kito / 02 de maio de 2016
De olho na vaga de vice ainda aberta na chapa do PSB, o Democratas, PPS e PSL enviaram seus representantes à reunião dos socialistas realizada nesta segunda-feira (02), onde foi anunciado o nome da secretária estadual Aparecida Ramos como pré-candidata a prefeita de João Pessoa. Tião Gomes, presidente estadual do PSL, e Raoni Mendes presidente municipal do DEM, estiveram presentes no encontro. Pelo PPS, o pré-candidato a vereador Odon Bezerra, irmão do deputado Hervázio Bezerra, foi quem compareceu.

Raoni desconversou sobre a vaga, mas garantiu que o partido andará junto com o PSB. "O Democratas está alinhado, está firme na posição de fazer João Pessoa voltar a crescer. Essa condição (de vice) se dará nas convenções. O que nós precisamos é sair daqui com a instalação de um conselho político, que nos leve a ter pensamentos, planejamentos e um projeto, claro, com a transparência necessária", declarou.

Já Tião Gomes disse que o PSL não irá impor condições para manter a aliança, mas que não descarta a possibilidade de ter um nome do partido compondo a chapa. "Em João Pessoa delegamos a Lucas (de Brito) e a Felipe (Leitão) essa coordenação. Sempre estivemos ao lado do PSB independente de candidatura. Não temos essa condição de impor. Podemos discutir (a vice) mas não é fundamental. Temos nomes? Temos! Lucas tem condição de ocupar qualquer cargo e Felipe também, o que estamos dizendo é que não vamos impor. Se o convite for formulado nós vamos para a batalha", informou.

Já o PPS, que recentemente rompeu com o prefeito Luciano Cartaxo (PSD), também esteve representado. E Odon Bezerra não descartou a possibilidade de ser ele a entrar na briga. "Seria uma decisão do diretório. Até agora não conversei com Nonato bandeira (presidente estadual da legenda), nem com Bruno Farias (presidente municipal), mas sou filiado do PPS e aquilo que estiver ao meu alcance para lutar estaremos aceitando qualquer encargo", falou.

Relacionadas