quinta, 06 de maio de 2021

Eleições
Compartilhar:

Campanha antecipada atrapalha trabalho da Assembleia Legislativa

Adelson Barbosa dos Santos e Adriana Rodrigues / 23 de maio de 2018
Foto: Arquivo
O deputado Jeová Campos (PSB) denunciou, ontem, que, em plena terça-feira, a maioria dos deputados trocou a sessão legislativa pela campanha eleitoral no interior. “Para que ser um deputado se, em plena terça-feira, ele não comparece à Assembleia para trabalhar?”, indagou, em tom de protesto com a ausência dos colegas.

À sessão de ontem, além de Jeová, compareceram Anísio Maia, Frei Anastácio (PT), Nabor Wanderley (PRB), Janduhy Carneiro (Podemos), Hervázio Bezerra (PSB), Lindolfo Pires (Podemos) e João Henrique (PSDB).

Segundo o deputado socialista, seus colegas só pensam em se reeleger. “Fica o meu protesto. Quem quiser, que vista a carapuça”, frisou. “O presidente Gervásio Maia precisa chamar o feito à ordem e exigir a presença dos parlamentares”, disse.

O líder da oposição, Bruno Cunha Lima (SD), disse que concorda com Jeová Campos e afirmou que a culpa pelo esvaziamento das sessões é do governo, cuja bancada de 2/3 “quebrou um compromisso e não tem comparecido às sessões, como foi acertado com os líderes dos partidos e do governo”.

Líder do governo, Hervázio Bezerra lembrou que houve um acordo para que as sessões deliberativas sejam apenas nas quartas-feiras.

O presidente Gervásio Maia esclareceu ontem que não há como chamar o feito à ordem para que os parlamentares compareçam à Casa nos dias em que não há sessões deliberativas. Segundo ele, este é um tema que já foi amplamente discutido com os líderes das bancadas.

“Por conta desta situação celebramos um acordo para que as sessões deliberativas e o esforço concentrado para votação de matérias sejam sempre nas quartas-feiras à tarde.

Relacionadas