sexta, 27 de novembro de 2020

Eleições
Compartilhar:

Antes adversários, políticos se reconciliam pelo comando de seus redutos

Adelson Barbosa dos Santos / 31 de janeiro de 2016
Foto: Arquivo
Levantamento feito pelo Correio aponta pelo menos dez casos de políticos (e grupos familiares) que passaram a vida toda se hostilizando, e, agora, se reaproximam em nome da unidade e do crescimento de seus municípios.

O caso mais emblemático ocorre em Cajazeiras, onde dois adversários- o deputado estadual José Aldemir e o ex-deputado estadual Antônio Vituriano de Abreu - estão se unindo para derrotar o grupo liderado pelo ex-prefeito Carlos Antônio, cuja esposa, Denise Oliveira, é a prefeita e tentará a reeleição.

Vituriano de Abreu considera José Aldemir o melhor nome para enfrentar a prefeita Denise Oliveira. No entanto, José Aldemir só aceita ser candidato a prefeito se Vituriano for o vice. Por enquanto, a chapa ainda não está definida. A única coisa certa é a união dos dois, que foram adversários por 26 anos.

Até bem pouco tempo, José Aldemir apoiava o esquema político de Carlos Antônio, que tinha Vituriano como o mais ferrenho critico. As divergências se estendiam à Assembleia Legislativa, onde, na legislatura passada, José Aldemir e Vituriano de Abreu, sempre estiveram em campos opostos. Os dois iniciaram praticamente juntos na política em 1988.

Na época, Vituriano se tornou prefeito e na eleição seguinte, se desentendeu com José Aldemir . O rompimento foi inevitável. Agora, tentarão tirar, nas palavras de Vituriano, Cajazeiras do caos ao qual foi submetida pelo grupo de Antônio Carlos. Vituriano e José Aldemir se gabam de ter a ficha limpa, “o que não ocorre em relação a Carlos Antônio”.

Vituriano acha que os desdobramentos da Operação Andaime, da Polícia Federal, causará estragos na campanha de Denise Oliveira, o que pode contemplar a ele e José Aldemir.

Leia a reportagem completa no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas