quarta, 25 de novembro de 2020

Política
Compartilhar:

Eleições 2016: partidos iniciam o ano debatendo com a população

Adriana Rodrigues / 24 de janeiro de 2016
Foto: Divulgação
Para conquistar o voto dos eleitores, os partidos que vão lançar candidatos  deflagraram ‘operação de guerra’ para elaborar seus planos de governo. A maioria vem realizando plenárias, seminários, encontros e até pesquisa de opinião junto à população para definir quais serão as prioridades e as propostas que deverão apresentar a partir de 16 de agosto, quando terá início a propaganda eleitoral. Mas os temas centrais estão basicamente pré-definidos e vão priorizar áreas como saúde, educação, segurança pública, mobilidade urbana e geração de emprego e renda.

O PMDB, que lançou o deputado federal Manoel Junior com pré-candidato a prefeito da Capital, vai elaborar seu programa de governo a partir do resultado de 36 plenárias que realizou em vários bairros da cidade nos anos de 2011 e 2012 e uma série de oito seminários temáticos que iniciou na última sexta-feira. Neste primeiro, o tema abordado foi saúde, que tem entre uma das propostas a reabertura da maternidade de Mangabeira e a construção de um Hospital da Mulher.

De acordo com Manoel Junior, nos próximos sete seminários, que deverão ocorrer até maio, serão discutidas questões relativas à educação, segurança pública, mobilidade urbana, cultura, esporte lazer, turismo, geração de emprego e renda, cidades inteligentes que serão os pontos prioritários de propostas do partido.

Segundo ele, a temática dos seminários foi extraída dos principais problemas identificados durante as plenárias, que conforme ressaltou, apesar de ter sido realizado nos anos de 2011 e 2012 ainda estão atuais, porque ainda não foram solucionados, e constituem um verdadeiro acervo para o partido que vai propor ações que atendam as principais demandas dessas localidades, dos pessoenses e da cidade que sofrem com a falta de atendimento à saúde, de escolas voltadas para preparar o cidadão para o futuro, dentre outras questões emergenciais.

PT aguarda definições

No PT, conforme revelou o presidente do partido no Estado, Charliton Machado, que já disponibilizou o nome para ser pré-candidato a disputa eleitoral pela prefeitura de João Pessoa, a elaboração do programa de governo só será formatado quando a legenda definir a candidatura própria e do nome do candidato, que ainda não foi escolhido.

Machado revelou que o partido já avançou muito nas discussões, ao aprovar no início da semana passada uma resolução deliberando pela candidatura própria a prefeito em João Pessoa. No entanto, não começou ainda a definir coligações e nem o programa, que dependerá também do perfil do candidato. Ele revelou, no entanto, que de um modo geral, mesmo sem que o programa tenha ainda sido ainda formatado, se tem uma ideia do que será defendido pelo PT nas eleições deste ano.

De acordo com o petista, o programa de governo do partido será fruto de uma organização de campanha, de mobilização de segmentos que vão estar envolvidos no processo, bem como de resultados de plenárias. Mas defende como ponto básico, pegar de volta o programa vitorioso em 2012, fazer uma avaliação crítica do que foi proposto, não foi cumprido e reapresentá-lo, com as devidas adequações.

“Aquele programa vitorioso que foi elaborado pelo PT, abandonado pelo atual governo, em algumas áreas nós sentimos um vazio muito grande das políticas que foram projetadas ali. Só para citar uma delas, tem a questão da mobilidade. Nós não tiramos do papel o pacto da mobilidade, que destinava R$ 180 milhões para João Pessoa, não investimos em BRT. Enfim, não temos um plano para a mobilidade na nossa cidade”.

Plenárias irão definir os temas

O PTB vem realizando várias plenárias em João Pessoa para elaboração de uma proposta para cidade. Segundo o deputado federal e pré-candidato a prefeito, Wilson Filho, o programa de governo deve ser montado com base nos encontros dos bairros e discussões temáticas com especialistas.

“Vamos priorizar as principais áreas apontadas pela população como saúde, mobilidade e educação. Focaremos na geração de emprego e renda e o turismo será priorizado na montagem do plano de governo, já que João Pessoa tem um grande potencial”, destacou.

Segundo ele, partido pretende realizar duas plenárias por mês nos bairros da Capital. A primeira aconteceu ainda em 2015 em Mangabeira.

“A receptividade da população é muito boa e nós queremos a participação popular na construção desse novo momento que o PTB vive”, revelou Wilson Filho.

PSB ouve a população

O PSB, que lançou o secretário de Infraestrutura, do Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Ciências e Tecnologia do Estado, João Azevedo, como pré-candidato a prefeito de João Pessoa, ainda não elaborou seu plano de governo para Capital, mas vem focado, desde o ano passado na realização de reuniões plenárias em vários bairros.

De acordo com o presidente do PSB de João Pessoa, Ronaldo Barbosa, o trabalho preliminar ainda não foi concluído e o partido ainda não consolidou as propostas e só deverá apresentá-las no momento certo.

As plenárias são coordenadas pelo próprio João Azevedo, que vem sendo apresentado pelo PSB como um competente técnico que pretende disputar a sua primeira eleição, começando já numa disputa por um cargo no Executivo, com experiência acumulada como secretário na Prefeitura da Capital, nas gestões de Ricardo Coutinho, e atualmente, em uma das principais Pastas do Governo do Estado, da qual deverá sair em março para se dedicar exclusivamente a disputa eleitoral.

De acordo com João Azevedo, as plenárias realizadas pelo PSB estão servindo para assimilar as necessidades de cada região. Segundo ele, as reivindicações e reclamações serviram de base para elaboração de um esboço de um plano de governo que será discutido mais uma vez com os mesmos moradores.

João Azevedo disse, ainda, que além de ajudar a identificar as principais necessidades de cada região, as plenárias são uma forma de identificar os principais problemas da cidade.

Leia mais no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas