sábado, 19 de outubro de 2019
Política
Compartilhar:

Diego Tavares e Milanez Neto falam sobre disputa da sucessão municipal na Capital

Adriana Rodrigues / 28 de junho de 2019
Foto: ASSUERO LIMA
O líder da bancada governista na Câmara de João Pessoa, Fernando Milanez Neto (PTB), e o secretário de Desenvolvimento Social da Capital, Diego Tavares (PV), disputam a preferência do prefeito Luciano Cartaxo para sucessão municipal do próximo ano. Apesar dos possíveis candidatos e o próprio gestor considerarem as discussões prematuras, o cenário já começou a ser desenhado para definição de pré-candidaturas.

Milanez Neto admitiu nessa quinta-feira (27) a possibilidade de disputar a sucessão municipal na Capital, caso seja escolhido e indicado pelo prefeito Luciano Cartaxo como o nome do grupo. Segundo ele, seu projeto prioritário no momento é disputar à reeleição, mas não iria se recusar se fosse o nome escolhido para representar o grupo na sucessão municipal.

“Eu sou pré-candidato a minha reeleição. Eu só viria ou virei a ser candidato a prefeito se eu for o escolhido pelo projeto do prefeito Luciano Cartaxo. Eu jamais me omitiria, assumiria com muito carinho, com muita atenção, até porque conheço este projeto, eu tenho participado dele, eu tenho vivido, defendido e eu fui um dos primeiros vereadores a defendê-lo, até porque eu acredito na gestão que eu tenho defendido. Tudo na minha vida que eu faço é com muita fé em Deus e com muita crença no que eu faço”, comentou.

O vereador disse que vai esperar o nome que prefeito vai trazer para discutir com o grupo, mas que terá seu apoio garantido. “O nome que for escolhido vai representar melhor o nosso projeto político. Mas vamos esperar o momento certo para que o prefeito traga o tema à tona e possamos iniciar a discussão", disse.

Já o secretário Diego Tavares, que também é um dos nomes contados para disputar a Prefeitura da Capital pelo grupo político do prefeito Luciano Cartaxo, considerou prematuro antecipar as discussões sobre o pleito de 2020.

“Eu entendo, na minha opinião, que essa discussão deve acontecer no ano que vem. Eu acho que é muito cedo. Eu não poderia neste momento misturar políticas das crianças, dos adolescentes, dos idosos na cidade de João Pessoa, com a política partidária. A política partidária precisa ser discutida no âmbito partidário, mas não esse ano, que é um ano de muito trabalho e ações administrativas”, comentou.

Questionado sobre as aparições dele ao lado do prefeito, para inaugurações de obras e demais ações administrativas, não significaria a preparação de sua imagem como o nome a ser escolhido por Cartaxo para concorrer à Prefeitura da Capital, ele classificou com algo natural e que faz parte de seu trabalho como secretário de Desenvolvimento Social.

“As aparições são naturais, porque nós estamos desenvolvendo um grande trabalho. Nós temos hoje a primeira casa de passagem de idosos do estado da Paraíba, em João Pessoa, que abriga aqueles idosos que eram abandonados por suas famílias nos hospitais, estava no meio da rua, e até aqueles idosos, com esclerose que não lembrava onde morava, hoje tem um local para se dirigirem e de lá nós fazermos um encaminhamento para um local de longa permanência mantido pela administração municipal”, comentou Tavares.

Gestão. O prefeito Luciano Cartaxo disse que o momento é de trabalhar pela cidade.

Relacionadas