quarta, 17 de julho de 2019
Política
Compartilhar:

Deputados garantem que frentes parlamentares funcionarão no recesso

André Gomes / 20 de junho de 2019
Foto: Agência ALPB
Mais seis Frentes Parlamentares foram criadas na Assembleia Legislativa no apagar das luzes, antes do recesso programado para durar 40 dias. Mesmo assim, os presidentes das Frentes da Saúde, Doenças Raras e Autismo, Combate à Corrupção, Empreendedorismo, Cooperativismo e Proteção Animal garantem muito trabalho durante todo esse tempo em que a Casa de Epitácio Pessoa estará fechada.

O presidente da Frente Parlamentar de Doenças Raras e Autismo, Raniery Paulino (MDB), disse que os trabalhos continuam mesmo durante o recesso e que já começaram ontem mesmo, com uma reunião realizada na ALPB.

“Teremos uma pauta extensa durante o recesso. Não podemos parar, pois tratamos de temas importantes na vida de milhares de paraibanos. Temos reuniões e conversaremos com entidades durante o recesso justamente para coletar algumas demandas”, disse.

Para a presidente da Frente Parlamentar da Saúde, Doutora Paula (Progressistas), o trabalho não pode parar, ainda mais por tanto tempo. Segundo a deputada, um dos objetivos da Frente é o de garantir a regionalização de municípios para garantir mais recursos junto ao Governo Federal.

“O período de recesso é muito longo e a saúde tem questões urgentes para serem resolvidas. Unimos, quando secretária de Saúde de Cajazeiras, os 14 municípios da região, com apoio do prefeito José Aldemir e o deputado Aguinaldo Ribeiro, e garantimos junto ao Ministério da Saúde um Centro de Diagnóstico por Imagem contendo aparelhos de ultrassonografia, densitometria óssea, raio x, ressonância magnética, tomografia e mamografia digital. Isso é o que queremos levar para outras regiões”, disse Doutora Paula.

O presidente da Frente Parlamentar em Defesa Animal, Tovar Correia Lima, assim como os colegas, disse que os trabalhos da Frente não podem parar por 40 dias. Segundo ele, as questões relativas à Frente não podem parar no recesso. “Temos uma agenda programada para esse período. Vamos levar a Frente Parlamentar em diversos municípios paraibanos para ouvir as pessoas e coletar dados e informações para que isso se transforme em fontes de defesa na Assembleia Legislativa”, afirmou.

Eduardo Carneiro, presidente das Frentes Parlamentares de Combate à Corrupção e de Empreendedorismo e Desenvolvimento Econômico, afirmou que o trabalho continua mesmo no recesso. Ele levará a Frente para a região de Catolé do Rocha. “Vamos visitar alguns setores produtivos da região. Também já agendamos uma visita ao Focco para discutir o combate à corrupção na Paraíba”, disse.

Outro presidente de Frente Parlamentar que garantiu trabalho no recesso foi Lindolfo Pires. O deputado que preside a Frente Parlamentar do Cooperativismo disse que durante esse período de 40 dias havará encontros e reuniões em diversos municípios paraibanos.

De acordo com Lindolfo Pires, “a proposta é fazer da Frencoop uma das frentes mais atuantes e influentes dentro da Assembleia Legislativa. Nosso principal objetivo, junto ao Sistema OCB/PB, é garantir um ambiente favorável para que o cooperativismo possa se desenvolver seja por meio de votações que ocorram dentro da Assembleia ou no processo de colaboração de políticas públicas junto ao governo do estado. Vamos avançar nesses pontos”, declarou.

Viagens

Parlamentares querem percorrer a Paraíba durante o recesso que vai até agosto.

Relacionadas