sábado, 23 de março de 2019
Política
Compartilhar:

Daniella Ribeiro conversa com João Azevêdo, Maranhão e Lucélio

André Gomes / 27 de junho de 2018
Foto: Nalva Figueiredo
A deputada estadual Daniella Ribeiro (progressistas) confirmou ontem, durante entrevista ao programa Correia Debate, da 98 FM, que o seu partido mantém conversas com pelo menos três pré-candidatos ao Governo do Estado. De acordo com a parlamentar, as discussões acontecem com José Maranhão (MDB), João Azevêdo (PSB) e Lucélio Cartaxo (PV). Durante a entrevista, Daniella também revelou o desejo de disputar uma vaga para o Senado.

“Eu estou pronta e determinada a fazer desse momento um momento diferente. Estamos vivendo um momento diferente por parte do eleitor que quer uma boa política. Se for convocada pelo partido irei disputar, mas é importante que venha da base a citação do meu nome, por parte de prefeitos, lideranças e da população. Gosto de desafios. Não fujo à luta. Se for chamada eu topo”, afirmou a deputada.

Daniella disse ainda que a decisão para a disputa pelo Senado se reflete na sua história de trabalho pelos paraibanos. “Eu tive que provar que sou mais que um rostinho bonito. Meu primeiro obstáculo foi dentro de casa quando meu pai e do meu irmão não queria que eu entrasse na política. Ele pediu para não ser vereadora, mas enfrentei e fui. Lá mostrei meu trabalho e consegui ser eleita deputada estadual”, destacou.

Sobre aceitar uma vaga de vice-governadora, a deputada foi enfática. “Vice não é meu perfil. Eu me sentiria de mãos atadas nessa função. Eu prefiro me responsabilizar pelo meu trabalho em prol do povo. Então ser vice está fora de cogitação”, disse.

Questionada se seria difícil afinar o discurso caso o Progressistas decida fechar aliança com o PSB de João Azevêdo, a deputada garantiu que o mais importante é o que ele tem para apresentar aos paraibanos. “As nossas atitudes é que serão julgadas. Não sou pautada pelo que alguém impõe. Se o entendimento do partido for o de apoiar João, ele vai ter que mostrar o que tem para apresentar à Paraíba. A justificativa maior é que o pré-candidato vai fazer pelo Estado”, afirmou.

Quanto ao prefeito ao prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, e o seu irmão, o pré-candidato Lucélio, a deputada garantiu que não existem mágoas.

Emedebista tem esperança

O senador e pré-candidato ao Governo do Estado, José Maranhão, disse ontem que mantém a esperança de fechar uma aliança com o Progressistas, tendo a deputada estadual Daniella Ribeiro como pré-candidata ao Senado na sua chapa. “Temos esperança de que possamos fechar uma aliança para as próximas eleições. Eu sei que o propósito dela é candidatar-se à senadora e eu acho que é um nome simpático e poderá resultar numa decisão de coligação. Qualquer partido vai aceitar Daniella pelo seu peso eleitoral e pelas suas qualidades políticas”, afirmou o senador.

Maranhão revelou ainda que segue com as conversas com o PSC e com o PR, dois partidos que também almejam espaços na chapa majoritária. O PSC pretende indicar o vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Junior, como pré-candidato ao Senado e o PR estuda a possibilidade de indicar o deputado federal Wellington Roberto para o Senado ou Bruno Roberto para compor a chapa na vaga de vice-governador.

Sobre boatos de possíveis desistências de outros pré-candidatos, o senador disse que não é ético falar dos outros. “Não acho ético e nem tenho motivo para falar. Se estou liderando nas pesquisas com esses pré-candidatos, não tenho motivo para torcer pela desistência deles”, destacou.

Relacionadas