terça, 29 de setembro de 2020

Política
Compartilhar:

Cofres zerados: desconto do INSS deixa 34 prefeituras da Paraíba sem FPM

Jôsi Simão e Nice Almeida / 15 de setembro de 2015
Além da crise anunciada e reconhecida pelo Governo Federal, os prefeitos de 34 municípios paraibanos estão com suas situações pioradas porque tiveram os recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) bloqueados e ficaram com os cofres no zero. A denúncia foi feita pelo presidente da Assembleia Legislativa (ALPB), Adriano Galdino (PSB), nesta terça-feira (15), e confirmada pelo presidente da Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (Famup), Tota Guedes.

Tota informou que o desconto da parcela do último dia 10 ocorreu da retirada do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). Ele disse que já há uma tentativa dos gestores junto ao órgão federal de fazer um encontro de contas para verificar as tabelas que já devem ter sido encerradas. "A gente tem um estudo que mostra que os municípios já têm quitado essas parcelas e elas continuam sendo cobradas", explicou.

Para o presidente Adriano Galdino o bloqueio desses recursos pioram ainda mais a situação das prefeituras, que já estão crítica. "O INSS, que sempre nesse país, foi mais forte que o Exército na ditadura. Do que o Exército na época da força. Teve a ousadia de zerar as contas dos municípios da Paraíba. A cota do dia 10, que é a maior, a base do FPM para que os prefeitos possam pagar suas folhas, ela foi zerada", declarou.

Confira a lista dos municípios atingidos pelo corte no jornal Correio da Paraíba de amanhã

 

 

 

Relacionadas