terça, 12 de dezembro de 2017
Política
Compartilhar:

Candidatura de Maranhão pode fazer Ricardo perder aliado de peso em 2018

Francisco Varela Neto / 15 de setembro de 2017
Foto: Nalva Figueiredo
O governador Ricardo Coutinho (PSB) pode perder um aliado de peso para as eleições de 2018, caso o senador José Maranhão (PMDB) confirme uma candidatura ao Governo do Estado. É que o deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) disse com todas as letras que seu apoio será do comandante peemedebista, se esse cenário se confirmar. De acordo com o parlamentar, outra condição para que Maranhão seja seu candidato é a sua permanência no partido. Permanência esta que é desejada por Veneziano mas ainda é incerta.

"Votarei nele sim. Permanecendo eu no PMDB, como é o nosso desejo, e se o governador Maranhão for o candidato, terei na figura dele o meu voto", disse o deputado em entrevista à rádio 98FM/Correio Sat.

Para ficar no partido, Veneziano disse que vai avaliar o que o PMDB vai apresentar e para onde se encaminhará nas eleições do próximo ano. "Eu quero ficar, agora depende daquilo que o PMDB possa apresentar, ou seja, existem queixas expostas internamente, e é preciso também que saibamos para onde o PMDB vai se encaminhar nas eleições de 2018", explicou.

Participação de Ana Cláudia no processo eleitoral  

A ex-primeira dama de Campina Grande, Ana Cláudia Vital do Rêgo, já manifestou seu interesse de pleitear algum cargo político, e conta com o apoio de seu marido, que destacou que ela pode sim colaborar com a política. "Existe publicamente uma pretensão de Ana Cláudia de ser candidata, que não é movida pelo desejo só de participar, mas em participando que possa colaborar com a política. Ana Cláudia tem este desejo de poder oferecer  seu nome com o objetivo de poder expressar o seu conhecimento e a sua abnegação a causas que possam contribuir com a administração pública.", disse

Racionamento em Campina Grande

No final de agosto, o governador do estado, Ricardo Coutinho (PSB), anunciou o fim do racionamento na cidade de Campina Grande, o que provocou uma grande polêmica, com muitas críticas da oposição. De acordo com Veneziano, as críticas da oposição são meramente políticas e um tema como este deve ser analisado pela parte técnica. "É preciso que um tema como este seja analisado pela parte técnica e não política. O prefeito de Campina disse no mês de Junho que era necessário que o governador Ricardo Coutinho suspendesse o racionamento. Quando chega no mês agosto, o governador anuncia com números o fim do racionamento. Então na verdade é só ativismo político. Está claro", finalizou o deputado.




 

 

Relacionadas