sexta, 27 de novembro de 2020

Política
Compartilhar:

Câmara de João Pessoa tem equilíbrio financeiro

Adriana Rodrigues / 26 de dezembro de 2015
Foto: Divulgação
O presidente da Câmara Municipal de João Pessoa, Durval Ferreira (PP), avaliou o ano de 2015 como positivo para o Poder Legislativo. Segundo Durval, apesar da crise financeira, a Câmara obteve resultados expressivos e consideráveis na produção legislativa. Disse que a CMJP detém equilíbrio orçamentário e financeiro para se adequar a realidade econômica do Município e eventuais dificuldades que possam surgir no próximo ano.

A expectativa, conforme ressaltou, tem como base em dados concretos, que 2016 será um ano de crise para as cidades paraibanos, inclusive para os órgãos públicos de um modo geral.

Para o presidente, este ano não foi diferente, uma vez que o Legislativo não teve outra saída a não ser “apertar os cintos” ao estabelecer um planejamento real de todas as ações administrativas.

“Com isso, tivemos condições de conceder reajuste salarial em março aos servidores efetivos, realizar a reforma do prédio próprio da Câmara, onde foi reinstalada a instituição em 1947, firmar licitações, modernizar o processo legislativo, estruturar todos os gabinetes, implantando sistemas de informática para dar mais celeridade ao trabalho dos vereadores”, revelou.

Durval Ferreira também avaliou a postura e comportamento dos parlamentares durante as sessões na Casa no ano de 2015, que apesar dos embates e debates acalorados a palavra de ordem foi de respeito aos colegas e cumprimento do regimento interno da Casa. Sua orientação, na condução dos trabalhos legislativos foi para que todos respeitassem o contraditório e as opiniões divergentes.

“O debate político no Plenário e na Tribuna será permitido, como manda o Regimento Interno da Câmara e a própria democracia. Mas o que continuará não sendo permitido é o confronto pessoal e o desrespeito entre os colegas de Parlamento”, ressaltou o vereador que espera não ser preciso acionar o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Poder Legislativo Municipal, no decorrer do próximo ano, que será o último da atual legislatura.

Leia mais no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas